sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

"A gente vai com dor no coração, mas a vida é assim", diz Elias

Encerrados os campeonatos das duas principais divisões do futebol brasileiro, começa nova revoada de craques para o exterior. O que é visto como um salto para a glória, no entanto, em grande parte é uma aventura repleta de sacrifícios para a maioria dos jogadores que trocam os gramados daqui por campos de sei lá onde.

Por Jaime Sautchuk

Mesmo craques já consagrados, que se transferem ou são transferidos para grandes clubes da Europa, padecem com a mudança. O copioso choro do corintiano Elias, em rede nacional de rádio de TV, no domingo passado, por ter que deixar seu clube, foi um comovente demonstrativo desse drama que atinge perto de mil jogadores por ano.
Assista o vídeo.


Clique aqui para ver o vídeo

Continue a ler a íntegra da coluna de Jaime Sautchuk aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário