sábado, 4 de dezembro de 2010

Juazeiro do Norte-CE: Cinco anos sem o Monsenhor Murilo.

Cinco anos do falecimento do monsenhor Murilo de Sá Barreto. São cinco décadas de muita saudade e de grande visitação ao seu túmulo na chamada Capela do Encontro na Basílica Menor de Nossa Senhora das Dores. Por quase 50 anos, ele foi pároco naquele templo religioso. Ali, como acontece todos os meses, haverá a reza do Terço de Monsenhor Murilo uma iniciativa de sua amiga e professora Gorete Couto.

O ato terá seqüência com a celebração de uma missa pelo Padre Paulo que está ultimando os preparativos para inauguração do Museu Paroquial no qual haverá um espaço dedicado ao Vigário do Nordeste. Ainda não há uma data definida, mas já se sabe que serão expostos alguns dos seus objetos pessoais, documentos e farto material fotográfico contando a história de Monsenhor Murilo. 

O professor e radialista, Daniel Walker, informa que quem tiver e quiser colaborar doando algum objeto pode entrar em contato com Padre Paulo na Casa Paroquial. Por outro lado, ele estranha o fato de, até hoje, ninguém ter recebido a Medalha do Mérito do Magistério que tem o nome do Monsenhor Murilo. O projeto foi aprovado durante a gestão do prefeito Raimundo Macedo, mas, até hoje, a Secretaria de Educação de Juazeiro não escolheu ninguém 

Nenhum comentário:

Postar um comentário