quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Cid fala de segurança, Copa de 2014 e política

Governador diz que gostaria de mostrar o seu gabinete para que as pessoas voltem a acreditar na política
Clique para Ampliar
O governador Cid Gomes (PSB) passou parte da manhã de ontem respondendo a questionamentos de internautas por meio do Twitcam, ferramenta que permite transmissão ao vivo e espaço para interação com diversas pessoas. Ele falou em intervalos diferentes de tempo sobre assuntos variados como política, Ronda do Quarteirão, Metrofor e Copa de 2014. Tudo sem intermediação.

Durante a conversa, o governador disse que seria "demagogia" de sua parte condenar o aumento dos senadores e deputados. Respondendo a um dos integrantes do grupo, ele disse que o problema é que a política está "desmoralizada". "Agora, o parlamentar tem que ganhar bem, se queremos que ele tenha independência", ressaltou.

Em dezembro de 2010, todos os deputados estaduais e federais, assim como os senadores brasileiros, tiveram seus subsídios mensais reajustados em pouco mais de 61% para equiparar os valores do Legislativo ao teto do Judiciário. Alguns setores da sociedade contestaram a alteração feita nos últimos dias de sessões ordinárias antes das férias parlamentares.

Além disso, o governador ainda declarou em uma das respostas que a gestão da presidente Dilma Rousseff tende a ser "bem melhor" que o primeiro mandado de Luiz Inácio Lula da Silva e acrescentou: "Vamos ver se ela (Dilma) vai pros oito (anos) também", comentou.

Segurança
A população que acompanhou as respostas de Cid Gomes não deixou de lado os questionamentos sobre segurança pública. O governador declarou que o novo secretário da área, coronel Bezerra, irá liderar as mudanças nos turnos dos soldados do Ronda do Quarteirão.

O chefe do Executivo defende que as trocas de turnos não ocorram todas na mesma hora, como acontece atualmente, para que as cidades do Estado, inclusive a Capital, não passem parte do tempo sem policiamento, mas adiantou que o novo secretário de Segurança do Estado irá fazer as alterações com "calma e sem precipitação".

Ainda sobre segurança, Cid falou dos patinetes eletrônicos da Polícia Militar, iniciativa que gerou questionamentos na época da implantação, e revelou que estão funcionando seis equipamentos, enquanto quatro continuam em manutenção. "A gente fez como teste, parece que não funcionou muito não, mas de qualquer forma continuará funcionando", admitiu.

Durante a conversa com os internautas, a conexão do governador caiu algumas vezes, mas minutos depois ele retomou as respostas. Neste momento, Cid Gomes foi questionado sobre o Cinturão Digital e afirmou que o projeto, que visa disponibilizar uma rede pública de Internet banda larga no Ceará, está quase pronto.

Projeto
Cid afirmou que o projeto já está funcionando de Fortaleza até Morada Nova e de Fortaleza até Sobral, mas que o Estado não será o provedor da rede, irá contratar uma empresa para administrar os serviços do Cinturão Digital. "O Estado não tem condições de ser ele o provedor, e nem é isso que eu quero. Então, o ideal é que tenhamos parceiros com o objetivo de baixar o preço para R$ 30, R$ 35 por mega", justificou.

Ele destacou ainda projetos para a Copa de 2014, ressaltando que se as obras do estádio Castelão não forem concluídas em tempo hábil, 30 de abril de 2013 (entrega final após aval da Fifa), a construtora contratada pagará multa elevada, estabelecida no contrato, o que ele acredita impedirá de acontecer qualquer contratempo. Cid ainda assegurou que, atualmente, existem três mil pessoas trabalhando no Metrofor para que a obra termine este ano.

Câmera
No diálogo, o governador declarou que se dependesse de seu "gosto", ele colocaria uma câmera em sua sala para todo mundo acompanhar o dia a dia do governador e "voltarem a acreditar na política". Antes de concluir a conversa com os internautas, Cid revelou que pretende repetir a iniciativa uma vez por mês por acreditar que é "construtivo" não somente para a população, mas para o gestor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário