terça-feira, 30 de outubro de 2012

Juazeiro do Norte-CE: Receptivo da SETUR a postos no acolhimento aos romeiros


Iniciada domingo e com término nesta sexta-feira, Juazeiro do Norte vive momentos de grande movimentação com a Romaria de Finados, que, até o final, deve atrair cerca de 500 mil fiéis ao município. O receptivo da Secretaria de Turismo e Romarias já foi montado sob a coordenação do titular da SETUR, José Carlos dos Santos, no sentido de garantir a melhor acolhida aos peregrinos. Ele vem mantendo contatos permanentes com as secretarias com essa intenção.

     As principais preocupações, conforme disse, estão relacionadas com a limpeza da cidade, ordenamento dos espaços públicos, segurança, organização do trânsito e a execução do plano operacional da saúde, incluindo ações da vigilância sanitária. Zé Carlos tem mantido ainda contatos com o gerente regional da Cagece, Expedito Galba Batista, no sentido de não deixar faltar água, principalmente nas áreas de maior concentração de romeiros.

      Segundo disse, trata-se de uma festa diferente das demais por ser mais descentralizada e envolver mais o Santuário de São Francisco. Nestas terça e quarta-feiras, sempre a partir das 21 horas na Praça dos Romeiros, haverá apresentações teatrais com a peça “Padre Cícero, o Santo do Povo” sob a direção de Jean Nogueira. De acordo com o secretário, os acessos ao Santuário de São Francisco ficaram livres para os romeiros e os veículos pelo portão central.


       Ainda por conta das obras do Roteiro da Fé, foram formados corredores para o comércio ambulante na praça dos franciscanos não sendo permitido marcar com tinta o chão da praça e nem bancas de alimentos as quais ficaram nas ruas Dom Pedro II e Monsenhor Esmeraldo da linha até próximo ao CSU. Já a Praça José Geraldo foi liberada para o comércio, bem como ao lado do muro da antiga Usina Zé Bezerra, mas deixando a Avenida Carlos Cruz desimpedida. 

       Em obras, as praças do Socorro e Carlos Jereissati (Memorial) ficaram fechadas a exemplo da frente do Memorial e parte da Praça José Sarney. O comércio foi liberado no restante dessa praça e na lateral da Capela do socorro, onde está sendo construída a capela mortuária. A comissão proibiu bancas na Praça Padre Cícero e fechou liberando para o comércio trechos da Rua do Cruzeiro - entre Padre Cícero e São José – e Monsenhor Juviniano Barreto além da São José.

Nenhum comentário:

Postar um comentário