sexta-feira, 29 de outubro de 2010

ROMARIA DE JUAZEIRO DO NORTE PREOCUPA DILMA


 
A Romaria de Finados, a maior realizada em Juazeiro do Norte (CE) durante o ano, que acontece entre os dias 29 de outubro e 2 de novembro, deverá ter a participação de 600 mil romeiros e coincidirá com o segundo turno das eleições. Há uma grande preocupação dos organizadores por causa da segurança, que será reforçada em função do pleito, mas terá prioridade neste período. Contudo, a Romaria já começa a preocupar mais ainda os aliados da ex-ministra Dilma Rousseff, candidata do PT à Presidência da República, com a possibilidade de alta abstenção dos nordestinos nas urnas no dia 31. Segundo as pesquisas, a petista está praticamente empatada na disputa pelo Palácio do Planalto com o candidato tucano, José Serra, mas, no Nordeste, ela mantém uma frente média de 30 pontos percentuais sobre o seu adversário.  Como é desta região que partem a maioria dos romeiros para Juazeiro do Norte, Dilma poderá sofrer perdas significativas sobre os eleitores.  Além de coincidir com a disputa para presidente, haverá decisão para governador nos Estados de Alagoas, Paraíba e Piauí, todos localizados na região Nordeste. Com a eleição definida no primeiro turno, Pernambuco também atrai milhares de fieis à Romaria de Finados. Consciente da situação, o PT já procura orientar os cidadãos nordestinos sobre a importância do voto e, como prega o atual debate religioso, manda preces ao “milagreiro” Padre Cícero.

São Paulo assite ao cinema nordestino

Em cartaz no Centro Cultural Fiesp, a 5ª Mostra Paulista de Cinema Nordestino exibe 44 longas e 37 curtas-metragens até o dia 9 de dezembo. Ao todo, serão 319 sessões de títulos elogiados pela crítica, como Árido Movie e O Homem que Engarrafava Nuvens (Lírio Ferreira), O Céu de Suely (Karim Aïnouz) e Cinema, Aspirinas e Urubus (Marcelo Gomes).

a Mostra Paulista de Cinema Nordestino visa fomentar esse importante polo de produção audiovisual e de organização de festivais cinematográficos, além de atrair o público retratado e de grande contingência em São Paulo, o próprio povo nordestino.

Nesta segunda-feira (25), o destaque é a ficcão Siri-Ará, dirigida por Rosemberg Cariry em 2008. A trama gira em torno do mestiço Ciora, que, depois de um tempo exilado na França, retorna ao sertão em busca de suas origens e da história de seu povo.

Serviço:
5ª Mostra Paulista de Cinema Nordestino
Quando: segunda a quarta, a partir das 18h. Até 9 de dezembro
Onde: Centro Cultural Fiesp/Ruth Cardoso – av. Paulista, 1313. São Paulo (SP)
Quanto: grátis
Informações: (0xx11) 3146-7406 ou www.sesisp.org.br/centrocultural

Galo da Madrugada inicia prévias do Carnaval no Recife

O Carnaval já começou em uma parte do país. Para pernambucanos e turistas que querem “afinar o pé” para o desfile do Galo da Madrugada, em 5 de março, no Recife, o bloco organiza ensaios, todas as quintas-feiras, na sede da agremiação, no Palácio Enéas Freire.

A Quinta do Galo, como é chamada a festa, acontece sempre a partir das 19h, com a apresentação de caboclinhos, grupos de maracatu, grupos de passistas de frevo e de fantasias. Quem comanda o evento é o músico oficial da agremiação, Gustavo Travassos e a Orquestra Oficial do Galo.

Os ensaios para o carnaval 2011, segundo a organização do Galo da Madrugada, fazem parte do projeto “Galo o Ano Inteiro”.  O Galo da Madrugada foi fundado oficialmente em janeiro de 1978, e foi batizado com esse nome porque deveria sair no sábado de carnaval, bem cedinho, antes que o comércio abrisse, para carregar todos os foliões. Em 2011, no entanto, o desfile deve começar às 9h.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Cultura de Paz

Neste início de século, o medo venceu outros sentimentos e se anuncia como um grande flagelo na alvorada do terceiro milênio. Em suas mais variadas manifestações, ele atormenta milhares de pessoas em todo o mundo, sobretudo nos países em desenvolvimento, como o Brasil.Medo do desemprego, da fome, da morte na próxima esquina, da solidão, da velhice. O medo da violência, entretanto, agiganta-se e oprime as consciências por toda parte - das pequenas povoações às grandes metrópoles.
Não se pode negar que questões de ordem socioeconômica têm fomentado a grande onda de roubos, sequestros e homicídios que assola hoje sobretudo os grandes centros urbanos. Isto se deve - e não é segredo para ninguém com um mínimo de discernimento - à falta de políticas consistentes na área de segurança pública, em todos os níveis.
As investidas criminosas à luz do dia contra a liberdade e o patrimônio de pessoas e empresas passaram a ser uma rotina alarmante, e os homicídios cometidos em escala geométrica nos fazem reconhecer que infelizmente a criminalidade se banalizou.
Vivemos um momento de urgência, que exige o compromisso de cada cidadão com a implantação de uma cultura de paz em nosso meio. A Constituição brasileira construiu a plataforma da segurança pública sobre o tríplice postulado do dever, do direito e da responsabilidade: dever do Estado, a quem incumbe, em primeiríssimo lugar, velar pela ordem social; direito e responsabilidade de todos, sem exceção. Responsabilidade do governo, das instituições, das famílias e das entidades sociais.
Por isso, o Ministério Público tem se engajado de norte a sul nas campanhas pela paz, procurando promover atos cívicos, passeatas, palestras em escolas e centros comunitários, mostrando que a grande meta social do início do terceiro milênio é a busca pela paz por meio da justiça.
Há provérbio chinês que diz: "Podemos escolher o que semear. Somos obrigados, entretanto, a colher o que plantamos". Daí a importância da justiça no para paz. O saudoso pontífice João XXIII costumava dizer que "justiça é novo
nome da paz. Plantemos, pois, justiça, para que colhamos paz".
Ações positivas de governos em prol dos mais necessitados, decisões justas emanadas das instâncias jurisdicionais, uma visão solidária dos mais afortunados em relação aos nossos irmãos carentes são itens que, postos em prática e aliados às campanhas de conscientização por uma cultura de paz, calcada nos princípios éticos e na solidariedade, sem dúvida poderão ajudar a diminuir os indicadores negativos nessa seara.
Muitos ingressam no crime por pura deformação moral. Outros, oprimidos pelo sofrimento de uma vida de privações, acabam descendo ao fundo do poço, de onde dificilmente retornam.
(*) É procurador-geral de Justiça
Texto publicado na edição desta terça-feira (28) da Gazeta de Alagoas

Culturas Populares e Culturas Indígenas - Cultura

A Secretaria da Identidade e da Diversidade Cultural do Ministério da Cultura (SID/MinC) abriu inscrições para os representantes da sociedade civil, que integram os segmentos de Culturas Populares e de Culturas Indígenas e queiram se candidatar a delegados nas Pré-Conferências Setoriais das áreas técnico-artísticas e de patrimônio cultural. Os encontros - que deverão ser promovidos até 28 de fevereiro de 2010, nas cinco macrorregiões do Brasil - são etapas preparatórias para a II Conferência Nacional de Cultura, a ser realizada em Brasília, de 11 a 14 de março, com o tema central Cultura, Diversidade, Cidadania e Desenvolvimento. Podem ser indicados até três representantes da sociedade civil, por unidade federativa, sendo duas lideranças tradicionais e uma escolhida dentre os acadêmicos, artistas, produtores culturais ou outros trabalhadores não-tradicionais envolvidos com os segmentos. Ainda será indicado mais um representante do Poder Público municipal ou estadual, totalizando quatro titulares e quatro suplentes por estado. Os interessados devem se inscrever até 15 de janeiro de 2010, na página eletrônica www.cultura.gov.br/cnpc ou no seguinte link blogs.cultura.gov.br/cnc/formulario-de-candidatura-para-delegacao-setorial. Colegiados Setoriais As delegações estaduais vão compor o Colégio Eleitoral das Pré-Conferências Setoriais, juntamente com os cinco representantes do Poder Público Federal e os membros do Plenário e dos Colegiados Setoriais do Conselho Nacional de Política Cultural (CNPC), e terão direito a voz e voto para o cumprimento dos objetivos das Pré-Conferências Setoriais. Pela primeira vez, os Colegiados Setoriais de Culturas Populares e de Culturas Indígenas participarão da Conferência Nacional de Cultura - a 1ª CNC foi realizada em 2005. Eles foram criados em agosto de 2009 pelo Plenário do CNPC, que aprovou a transformação dos Grupos de Trabalho dos dois segmentos em Colegiados Setoriais. Os Colegiados Setoriais de Cultura Popular e de Culturas Indígenas contam com a seguinte composição: 15 titulares e 15 suplentes representantes da sociedade civil, sendo três de cada macrorregião do país, além de cinco representantes titulares e cinco suplentes indicados pelo Poder Público Federal.

Arte e cultura

O Programa Cultural da Tv Assembleia estréia na próxima segunda-feira, 2, as 19 horas. Há novidades nas transmissões.

O cantor Pádua é a atração do Programa Cultural, que estreia na próxima segunda-feira, 2 de novembro, às 19 horas, na TV Assembleia. Apresentado pelo cantor Fernando Perillo, o Programa destaca a produção cultural de Goiás. Alguns dos nomes confirmados para as próximas edições são Pádua, Maíra, Cláudia Vieira, Juraildes da Cruz, o violeiro Marcos Biancardini, Gustavo Veiga e Laércio Correntina. 

Segundo o coordenador do Programa Cultural, Orfeu Maranhão, a proposta é fazer um programa descontraído, em clima de bate-papo. Fernando Perillo também é um artista e conhece bem este meio, portanto, tem condições de dar este tom ao programa. Além da vida e da trajetória artística do artista, será mostrado também um pouco do seu trabalho. A gravação acontece nos estúdios da TV Assembleia e em cenários externos.

Maranhão explica ainda que, num primeiro momento, serão chamados apenas nomes da área musical, mas, posteriormente, representantes de outras áreas também serão chamados. Além das entrevistas, o programa mostra as últimas notícias sobre música, dança, literatura, teatro e outros eventos culturais.  

Exibições  Com duração de 45 minutos, o Programa Cultural será exibido todas as segundas-feiras, em edição inédita, com reapresentação às sextas-feiras. O projeto será também exibido uma vez por semana no canal 8 da NET.

Direitos da Criança e do Adolescente - Cultura

Apesar de ser um direito tão legítimo quanto o acesso à saúde e à educação, a cultura é um setor que, historicamente, recebe menos atenção por parte das administrações públicas
Tão fundamental quanto os demais direitos assegurados peloEstatuto da Criança e do Adolescente (Lei 8.069/90), o direito à cultura deve ser garantido a toda a população infanto-juvenil. Assim como devem freqüentar a escola e ter um atendimento adequado para os cuidados com a saúde e alimentação, é também importante que meninos e meninas tenham acesso, desde a infância, à cultura.

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Centenário de Juazeiro na Marquês de Sapucaí no Rio de Janeiro em 2011




Escola de Samba Tradição divulgou o seu enredo para o carnaval de 2011: "Juazeiro do Norte, Terra de Oração e Trabalho. 100 anos de Fé, Poder e Tradição". O carnavalesco que irá trabalhar esse desfile só será anunciado nos próximos dias pela agremiação.

A Escola de Samba está no Grupo de Acesso B e pretende voltar ao Grupo especial com a homenagem a Juazeiro do Norte. O Presidente da Escola disse que já esteve em Juazeiro durante a Romaria de Nossa Senhora das Dores quando conversou com o Prefeito Manoel Santana e acertou apoio ao desfile do próximo ano.

O Samba é uma criação coletiva de sambistas amigos da escola. Segundo o presidente o intérprete será o Léo da Vila Isabel. A Tradição irá desfilar no Rio de Janeiro na terça-feira de Carnaval, 8 de março.

Essa é a letra do samba:

Vem, no calor da bateria
É hora de seguir a procissão
Ta aí, meu querido Padim Ciço,
A nossa romaria em teu louvor
O pai desse povo tão mestiço
Seu Santo, e padrinho protetor
Um líder natural, poder de comandar
Mão firme... comandou a Região

Ah! Pode abrir o seu sorriso
A alma, e também o coração
Pois, na colina sagrada
Ecoa o tambor da Tradição!

Nas asas do “Condor” então voei
Em busca do que foi sua missão
Da saga nordestina que assusta
A seca que destrói as plantações
A Terra, o Homem, a Luta...
Mistérios dos poderes do sertão

O verde da vida, lá no Cariri
Cordéis e santeiros, na Sapucaí (bis)

Contraste da história do Nordeste
Nesse patrimônio Cultural
Terra de “cabra da peste”
- “Oxente”! É o Ceará no Carnaval!

Hoje eu sou romeiro e canto forte
Um samba de amor e devoção
Á Juazeiro do Norte,
100 anos de fé e oração!

História da Escola de Samba Tradição
A Grêmio Recreativo Escola de Samba Tradição foi criada por familiares do ex-patrono da Portela, Natal, no mesmo ano do surgimento da Liga das Escolas de Samba. Seu nome de fundação foi Portela Tradição. No entanto, não chegou a desfilar com tal denominação, pois perdeu na justiça o direito de usá-la, passando a se chamar GRES Tradição. Alguns fazem confusão sobre a localização da escola, acreditando-se tratar de uma agremiação de Madureira, uma vez que ela é uma dissidência da Portela. Porém, sua quadra e sede sempre esteve localizada Estrada Intendente Magalhães, no bairro do Campinho, que fica entre Madureira e a Região de Jacarepaguá.

Grandes carnavalescos passaram pela escola, como Maria Augusta, Viriato Ferreira e Lícia Lacerda. A agremiação teve uma das ascensões mais rápidas da história dos desfiles do Rio de Janeiro, começando no Grupo 2-B (atual Grupo RJ-2) e chegando ao Grupo Especial em 3 anos, após um segundo lugar no Grupo de acesso em 1987. Após isso, a Tradição alternou alguns rebaixamentos e ascensões, tendo por duas vezes,feito desfiles marcantes na opinião de muitos sambistas: em 1994, com o enredo Passarinho, Passarola, Quero Ver Voar!, quando conquistou a sexta posição do Grupo Especial, seu melhor resultado até hoje; e em 2004, quando reeditou um samba da Portela, Contos de Areia, prestando uma homenagem à escola na qual se originou, ao colocar no carro abre-alas o nome da Portela. Somente no segundo carro alegórico veio a inscrição "Tradição". Apesar do desfile considerado marcante, a Tradição terminou na 12ª colocação, entre 14 escolas.

O desfile de 2001, foi o ano que mais atraiu a atenção do público, pois a escola homenageou o apresentador de TV e empresário Sílvio Santos, trazendo de quebra para o desfile figuras folclóricas do SBT, como por exemplo, o locutor Lombardi. Como, por conta da homenagem, este samba tivesse sido tocado constantemente durante os intervalos da programação do SBT, nos meses anteriores ao Carnaval, na hora do desfile o povo já conhecia muito bem a letra, o que certamente ajudou bastante a escola. Em 2005, porém, a Tradição foi rebaixada ao Grupo de acesso, com o enredo elaborado pelo carnavalesco Mário Borrielo ("De sol a sol, de sol a soja, um negócio da China!") e em 2007, quando reeditou o conhecido samba de 1994, não conseguiu repetir o bom resultado, sendo rebaixada novamente, desta vez para o Grupo B onde em 2008, falando sobre ela mesma, com alegorias e fantasias medianas, não consegue voltar ao Grupo A, terminando na 7ºcolocação.

Em 2009, a escola homenageou o município de Saquarema, com o enredo Saquarema, Princesinha da Costa do Sol. De Capital do Surfe à Casa do Vôlei, de autoria da Comissão de Carnaval formada por Mazinho, Clemente, José Carlos Viana, Galo, Wiliam e Samuel Gasman. Apesar de apontada como favorita ao descenso, pois seu desfile foi considerado muito ruim, a Tradição, que por tantos anos pertenceu à elite do carnaval, ficou na 9° colocação com 237.9 pontos, permanecendo no mesmo grupo para 2010. Para 2010, a escola trouxe como novidades O interprete Vadinho Freire que continua como apoio do carro de som da Mangueira; o carnavalesco Sandro Gomes, que teve passagens pela Renascer de Jacarepaguá, Império da Tijuca, onde a escola ganhou em 2007 o estandarte de Ouro com o enredo O Intrépido Santo Guerreiro e estava ultimamente na Caprichosos de Pilares.

A Escola de samba Tradição reviveu em 2010 o samba-enredo “Rei Sinhô, Rei Zumbi, Rei Nagô / Eu Também Tô Aí, Tô Aí Sim Sinhô” (João Nogueira e Paulo Cesar Pinheiro). Esse samba-enredo fez da escola campeã do grupo de acesso em seu segundo ano de desfile (1986) e garantiu lugar entre as escolas especiais do Rio de Janeiro.

Em 2011 fará uma homenagem sobre os 100 anos de fundação de Juazeiro do Norte, porém a escola ainda não definiu o carnavalesco, que será do carnaval de São Paulo. além de se ter um samba encomendado pela própia direção da escola.


Fonte: Wikipédia
Ouça a entrevista com o Presidente da Escola de Samba Nésio Nascimento cedida a Rádio Tupy do Rio de Janeiro clicando no link:http://www.tupi.am/popOuvir.aspx?idAudio=12438 

MAIS CULTURA DURANTE A ROMARIA

O secretário de cultura de Juazeiro do Norte, Fábio Carneirinho, adiantou ontem, 25, que já estão definidas as atrações artísticas e culturais para recepcionar os romeiros na grande romaria de finados, que se realiza de 29 de outubro a 2 novembro, na terra do Padre Cícero. Acontecerão cortejos com grupos de reisados, lapinhas e bandas cabaçais. Para tanto, será feita a armação de uma tenda na Praça Padre Cícero, com som de médio porte, para apresentação de teatro, recital de cordéis, distribuição gratuita de cordéis aos romeiros, telão com vídeos culturais, com a história das romarias em Juazeiro e um ônibus com ilha digital permanente na praça, parceria com a ONG-JURITÍ, com acesso à Internet para os romeiros, folders informativos, sobre o meio ambiente e cultura. Todas essas ações serão iniciadas, a partir do dia 29 de outubro, em parceria com as Secretarias do Desenvolvimento Econômico Turismo e Romarias e de Meio Ambiente e Serviços Públicos.




Fonte: Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Juazeiro do Norte
Fones: (88)3566-1090/9990-1312 

http://www.juazeiro.ce.gov.br/

Em cartaz no Centro Cultural Fiesp, a 5ª Mostra Paulista de Cinema Nordestino exibe 44 longas e 37 curtas-metragens até o dia 9 de dezembo. Ao todo, serão 319 sessões de títulos elogiados pela crítica, como Árido Movie e O Homem que Engarrafava Nuvens (Lírio Ferreira), O Céu de Suely (Karim Aïnouz) e Cinema, Aspirinas e Urubus (Marcelo Gomes). a Mostra Paulista de Cinema Nordestino visa fomentar esse importante polo de produção audiovisual e de organização de festivais cinematográficos, além de atrair o público retratado e de grande contingência em São Paulo, o próprio povo nordestino. Nesta segunda-feira (25), o destaque é a ficcão Siri-Ará, dirigida por Rosemberg Cariry em 2008. A trama gira em torno do mestiço Ciora, que, depois de um tempo exilado na França, retorna ao sertão em busca de suas origens e da história de seu povo. Serviço: 5ª Mostra Paulista de Cinema Nordestino Quando: segunda a quarta, a partir das 18h. Até 9 de dezembro Onde: Centro Cultural Fiesp/Ruth Cardoso – av. Paulista, 1313. São Paulo (SP) Quanto: grátis Informações: (0xx11) 3146-7406 ou www.sesisp.org.br/centrocultural

Em cartaz no Centro Cultural Fiesp, a 5ª Mostra Paulista de Cinema Nordestino exibe 44 longas e 37 curtas-metragens até o dia 9 de dezembo. Ao todo, serão 319 sessões de títulos elogiados pela crítica, como Árido Movie e O Homem que Engarrafava Nuvens (Lírio Ferreira), O Céu de Suely (Karim Aïnouz) e Cinema, Aspirinas e Urubus (Marcelo Gomes).

a Mostra Paulista de Cinema Nordestino visa fomentar esse importante polo de produção audiovisual e de organização de festivais cinematográficos, além de atrair o público retratado e de grande contingência em São Paulo, o próprio povo nordestino. 

Nesta segunda-feira (25), o destaque é a ficcão Siri-Ará, dirigida por Rosemberg Cariry em 2008. A trama gira em torno do mestiço Ciora, que, depois de um tempo exilado na França, retorna ao sertão em busca de suas origens e da história de seu povo. 

Serviço:
5ª Mostra Paulista de Cinema Nordestino
Quando: segunda a quarta, a partir das 18h. Até 9 de dezembro 
Onde: Centro Cultural Fiesp/Ruth Cardoso – av. Paulista, 1313. São Paulo (SP)
Quanto: grátis
Informações: (0xx11) 3146-7406 ou www.sesisp.org.br/centrocultural

Vídeo brasileiro está entre finalistas de bienal do YouTube


Birds on The Wires
O museu Guggenheim de Nova York anunciou nesta quinta-feira os 25 finalistas da primeira edição da "YouTube Play - Bienal de Vídeo Criativo", entre os quais está o trabalho "Birds on The Wires", do brasileiro Jarbas Agnelli. O Vermelho publica abaixo o vídeo.
Os finalistas do concurso, organizado pela fundação nova-iorquina Solomon Guggenheim, saíram de uma seleção de 23 mil vídeos, de 91 países.

A obra do brasileiro Jarbas Agnelli mostra 38 pássaros pousados em cabos de alta tensão. A imagem formada é impressionante. Os cabos representam linhas de partitura, enquanto a distribuição das aves no cenário configura notas musicais, criando uma bela melodia.

Entre outros trabalhos selecionados, há 12 vídeos dos Estados Unidos. Outros países que emplacaram finalistas são Chile, Alemanha, Reino Unido, Canadá, África do Sul e Holanda.

A bienal foi lançada em junho passado pela fundação nova-iorquina em colaboração com o site YouTube e a empresa HP.

A cerimônia de anúncio dos finalistas, promovida no museu Guggenheim de Nova York, contou com a participação de artistas e com um show da banda americana Ok Go, cujo clipe "Here it Goes Again" venceu, em 2006, o prêmio YouTube de vídeo mais criativo do ano.

Fonte: EFE






Documentários divulgam dez festas folclóricas do Brasil

A fé e o folclore do povo brasileiro viraram filme. O Ministério do Turismo criou uma coleção de dez documentários sobre grandes festas culturais que viraram atrações turísticas do país. As seis primeiras produções já foram finalizadas e tiveram sua primeira exibição pública durante a Feira das Américas – Abav 2010. As gravações continuam na próxima semana em Juazeiro do Norte (CE), durante a Romaria do Padre Cícero. Até março, a coleção estará completa, com 10 festas populares documentadas.

Documentários divulgam dez festas folclóricas do Brasil
As festas juninas são parte da coleção que servirá para atrair turistas para as várias regiões do país.
Cada vídeo tem 24 minutos e documenta uma manifestação cultural brasileira: as celebrações de Corpus Christi (Rio de Janeiro e Espírito Santo), as festas juninas (Sergipe), a Procissão Fluvial de São Pedro (Manaus, AM), a Festa do Divino Espírito Santo (Pirenópolis, GO), a Semana Farroupilha (Porto Alegre, RS) e a Festa da Nossa Senhora da Boa Morte (Cachoeiras, BA).

O objetivo do projeto “Tradições Brasil” é estimular a inclusão dessas festas populares nas estratégias de comercialização dos destinos turísticos. “Nossa intenção é fazer com que os operadores percebam a riqueza dessas expressões culturais e trabalhem esses atrativos para incrementar o turismo no país. Esses produtos podem oferecer um outro olhar sobre o destino porque eles mostram a cara
do Brasil”, explica Cristina Gomide, do Ministério do Turismo.

Segundo Rani Ribeiro, que integra a equipe de produção dos documentários, o processo de preparação das gravações inclui uma pesquisa prévia detalhada sobre manifestações folclóricas, aspectos gastronômicos e culturais, crenças, música e dança das festas populares selecionadas para a coleção, além da identificação dos atrativos turísticos regionais.


De Brasília
Com informações do MTur

sábado, 23 de outubro de 2010

MinC vai reduzir a burocracia e simplificar os procedimentos que regulam...

Verba para cultura


O novo Fundo Nacional da Cultura ampliará de R$ 40 milhões para R$ 296 milhões os recursos destinados ao setor cultural. A informação foi dada ontem pelo secretário-executivo adjunto do Ministério da Cultura, Gustavo Vidigal. Os recursos serão distribuídos em oito fundos setoriais, nas seguintes áreas: acesso e diversidade; ações transversais; artes visuais; inovação audiovisual; circo, dança e teatro; livro, leitura, literatura e língua portuguesa; música; e patrimônio e memória
Sheila Rezende em Notícias

Lançamento Fundos Procultura

Dia da Cultura no BB Financiamento da produção cultural será tema de programa da TV Corporativa Banco do Brasil

Nesta sexta-feira (22), o Ministério da Cultura e o Banco do Brasil promovem a transmissão, pela TV Corporativa Banco do Brasil, do programa Ponto a Ponto. Nesta edição, a temática será o Dia da Cultura no BB.
O programa contará com a presença do secretário de Fomento e Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura, Henilton Menezes, e da Gerente da Unidade Criativa do Sebrae, Heliana Marinho, que debaterão o segmento cultural, os mecanismos para formalização de uma empresa, a estruturação de um plano de negócio e os diversos tipos de empréstimos e financiamentos existentes para gestão de suas atividades.
Interessados em participar deverão se articular junto ao gerente da agência do Banco do Brasil de sua cidade, preferencialmente até esta quinta-feira (21), para confirmar participação e local de transmissão.
O programa será transmitido das 9h15 às 11h45.
(Comunicação Social/MinC)

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Feira Música Brasil Organização recebe inscrições de artistas até 5 de novembro

Ficam abertas até o dia 5 de novembro as inscrições para participação na terceira edição da Feira Música Brasil – FMB, a ser realizada entre 8 e 12 de dezembro, em Belo Horizonte (MG). Serão selecionados, no mínimo, 34 artistas ou grupos brasileiros dos gêneros musicais popular (artistas solo, grupos e DJs)  e erudito (conjuntos de câmara). O formulário está publicado aqui.
Iniciativa do Ministério da Cultura e da Funarte em parceria com a Rede Música Brasil de entidades representantes dos setores criativos e produtivos da música, a feira promove rodadas de negócios, oficinas de capacitação e palestras para discussão de temas sobre a produção, difusão, circulação e educação musical para artistas, empresários, produtores, gestores, entidades, selos, gravadoras.
Para se inscrever, artistas solo e grupos de música popular e conjuntos de câmara deverão inserir, entre outras informações, arquivos de três músicas diferentes, executadas pelo candidato inscrito. Os DJs deverão inserir três sets diferentes, de até 20 megabytes cada.
A seleção se dará com base nos seguintes critérios: singularidade e originalidade do trabalho; caráter inovador do trabalho; adequação dos shows/concertos aos espaços disponíveis para as apresentações; qualidade artística e técnica do trabalho; adequação do trabalho à sua proposta estilística; potencial do artista no mercado nacional; potencial do artista no mercado internacional; e capacidade de circulação e divulgação do artista em mídias digitais, especialmente nas redes sociais.
As apresentações dos selecionados serão gratuitas, ou a preços populares, e acontecerão na Praça da Estação, na Funarte (MG), no Conservatório da UFMG e nos palcos de casas noturnas de Belo Horizonte.
Os resultados serão divulgados na página do evento. Todos os selecionados terão suas despesas de viagem custeadas pela organização do evento, além um montante em dinheiro que varia de acordo com a categoria do inscrito.
(Ismália Afonso, SPC/MinC)

Fundo Nacional da Cultura MinC lança Fundos ProCultura. R$ 300 milhões serão investidos em todos os setores culturais


O Ministério da Cultura investirá, até o final de 2010, R$ 300 milhões nos Fundos ProCultura. Parte dos recursos será aplicada em 15 editais que deverão estar abertos a diversos segmentos culturais já a partir de segunda-feira, 25 de outubro. Os editais, que terão investimentos de R$ 87 milhões, fazem parte do Plano de Trabalho do Fundo Nacional de Cultura, lançado hoje, 20 de outubro, às 10h, no Hotel ST Paul, por meio de portaria, pelo ministro da Cultura, Juca Ferreira. A portaria foi assinada durante a abertura dos trabalhos do Conselho Nacional de Política Cultural, que está reunido desde ontem em Brasília.
Além dos 15 editais lançados hoje, o MinC publicará, até o final de novembro, mais 22 editais participantes do Programa Procultura, com uma disponibilidade de mais R$ 118,9 milhões de orçamento. Parte dos R$ 300 milhões será investida, ainda, em convênios (R$ 64 milhões) e bolsas (R$ 27 milhões), beneficiando os oitos Fundos Setoriais da área cultural.  Todas as ações dos Fundos ProCultura, incluindo os editais, serão disponibilizadas por meio eletrônico, através do site do Ministério da Cultura.
O Plano de Trabalho do Fundo Nacional de Cultura foi apresentado pelo secretário de Fomento e Incentivo à Cultura , Henilton Parente de Menezes, que destacou a forma como foram aprovadas as ações que terão investimentos do FNC. “O comitê de trabalho aprovou as diretrizes elaboradas pelos segmentos e aprovadas pelos Comitês técnicos dos oito setores culturais que são atendidos pelo MinC”, afirmou.

Para o secretário executivo do Ministério da Cultura, Alfredo Manevy, um dos pontos positivos do Plano de Trabalho do FNC é a sua abrangência. “Ele contempla um conjunto vasto da cultura brasileira, como a música, a dança, o cinema, mas também alcança segmentos que antes eram estigmatizados na cultura brasileira, como os indígenas e os mestres da cultura popular”, destacou. De acordo com ele, os mestres serão beneficiados principalmente com as bolsas. “É uma forma de darmos reconhecimento aos artistas populares brasileiros”, enfatizou.
O Ministro Juca Ferreira lembrou que o Plano de Trabalho é uma evolução do FNC. “Em vez de uma avaliação discriminada, agora será feita uma avaliação setorizada, com pessoas especializadas naquela área, ou porque são artistas, ou da área empresarial, ou porque são acadêmicos e estudiosos daquela área. Então vai aumentar a capacidade de acerto na avaliação dos projetos. Vai aumentar a profundidade”, afirmou.

Juca Ferreira lembrou, ainda, na cerimônia que contou com a presença dos integrantes da sociedade civil de todo o país, que compõem o CNPC, que a “cultura é uma necessidade básica de todo o brasileiro e de toda uma coletividade. E se é um direito, o Estado tem obrigação de dar as condições de acesso”. O ministro também falou da importância da cultura para a economia do Brasil. “É uma economia importante e também um fator de qualificação da vida das pessoas e das relações sociais”. Para ele, “o Brasil está chegando num momento de se tornar um dos países mais importantes do mundo, e um país não se consolida se não for um desenvolvido culturalmente”.
Para saber mais sobre os Fundos e seus editais, acesse os links abaixo:
(Texto: Heli Espíndola, Comunicação Social/MinC)
(Fotos: Pedro França, Comunicação Social/MinC)

Abertas inscrições para os cursos online para a criação de planos de leitura

gentes municipais podem se inscrever até o próximo dia 28 de outubro para se capacitar para a formulação de planos

            Os ministérios da Cultura e da Educação, o Plano Nacional do Livro e Leitura (PNLL) e o Instituto Pró-Livro vão capacitar gestores municipais para a criação de planos de livro e leitura. Interessados podem se inscrever para o curso no online do projeto O Livro e a Leitura nos Planos Estaduais e Municipais até a próxima quinta-feira (28 de outubro).  O treinamento à distância começa dia 29.
            A proposta do projeto é que as cidades brasileiras também implantem planos para área que darão as diretrizes das políticas para o setor, assim como o Plano Nacional de Livro e Leitura (PNLL), instituído em 2006 pelos ministérios da Cultura e Educação. Podem se matricular no curso os municípios já cadastrados no Portal Mais Livro Mais Leitura
            Esta é a quarta turma aberta pelo projeto, que já vê os seus frutos. O município de São Domingos (BA) já fez a capacitação e criou grupo de trabalho para a implantação dos seus respectivos planos.  
            A capacitação tem cinco módulos, com previsão de 10 semanas, totalizando cinco horas por semana. O coordenador de Cultura do município de São Domingos (BA), Pedro Paulo Correia da Conceição, diz que o processo de diagnóstico foi uma atividade de campo muito interessante. “Aprendi muitos aspectos da minha cidade que eu particularmente desconhecia e percebi como o plano já está mexendo com a gente no sentido de olhar o nosso municipio com outros olhos e que a gente pode contribuir para formar cidadãos pensantes, críticos e acima de tudo leitores”.
O curso apresenta um passo a passo para a elaboração do plano local, contemplando desde como fazer o diagnóstico da realidade, a formação do grupo de trabalho, a definição de metas, objetivos e a construção de um plano de trabalho. Há ainda um fórum de discussão, em que os participantes podem compartilhar experiências.  Neste fórum, a aluna Rose Cristiani Franco Seco Liston de Costa Rica (MS), comentou que o módulo “Desenvolvimento e Implantação” módulo 3 é de suma importância para o desenvolvimento do PMLL. “Ele fez com que eu percebesse que quando sentarmos com o nosso Grupo de Trabalho para uma primeira reunião, após este curso, a visão do livro e leitura vai ser outra”. A proposta do trabalho é que, ao final do curso, a prefeitura ou estado tenha um esboço do que será seu plano, pois ao longo da capacitação pode ir realizando, junto com a sociedade civil, o planejamento indicado.

Projetos recebem prêmios do MinC por valorizar o patrimônio artístico hi...




Iphan premia projetos de preservação do patrimônio histórico




11ª Reunião do CNPC FNC, cultura e educação e termos de parceria marcaram encerramento do encontro

O lançamento do Plano de Trabalho do Fundo Nacional de Cultura foi o ponto central do segundo e último dia da 11ª Reunião Ordinário do Conselho Nacional de Política Cultural (CNPC). A cerimônia aconteceu em Brasília e contou com a presença do Ministro da Cultura, Juca Ferreira, que assinou a portaria publicando o Plano Técnico do FNC.
O programa destinará R$ 300 milhões para o setor cultural, distribuídos por meio de editais, convênios e bolsas. Neste primeiro momento, foi feito o lançamento de 15 editais, totalizando R$ 87 milhões. Outros 22 editais, que somam R$ 118,9 milhões, serão publicados até o final de novembro. “A principal tarefa é tirar a cultura da insignificância histórica e dar a ela a abrangência que merece, transformá-la em algo essencial”, afirmou Juca Ferreira.
Ministério da Educação e Políticas Culturais
“Não podemos falar de cultura sem falar de educação”, destacou Gustavo Vidigal, secretário-geral do CNPC. Sob essa perspectiva, o Plenário do Conselho debateu a importância da relação entre as duas áreas e os projetos desenvolvidos.
André Lázaro, secretário de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade do Ministério da Educação, citou as parcerias já estabelecidas entre o MEC e o MinC. No que diz respeito à educação superior, o Programa de Extensão Universitária tem entre suas linhas temáticas a Gestão Cultura, Economia da Cultura e Desenvolvimento das Linguagens Artísticas.
Termos de Parceria
O secretário da Identidade e Diversidade Cultural, Américo Córdula, apresentou o Termo de Parceria firmado entra a SID/MinC e o Instituto Empreender. Abrangendo o período de novembro de 2009 a novembro de 2011, tem como objetivo promover ações conjuntas para a manutenção e fortalecimento das expressões culturais.
Entre as ações já realizadas, citou as Pré-Conferências Setoriais, o Encontro Guarani e o Encontro da Diversidade. Como projetos em andamento, estão o Prêmio Hip Hop, Renda Cultural e Seminário LGBT.
(Comunicação Social/MinC)

Diversidade de Culturas Populares e Identitárias Ministro Juca Ferreira participa da cerimônia de abertura, no Centro Histórico de Salvador

O ministro da Cultura, Juca Ferreira, participa, nesta sexta-feira (22), da cerimônia de abertura do 1º Encontro de Diversidade de Culturas Populares e Identitárias, em Salvador. Durante o evento, também estarão presentes 50 prefeitos e o governador da Bahia, Jaques Wagner, que instituirá, por decreto, a comissão estadual de sustentabilidade de povos e comunidades tradicionais.
“Essa iniciativa proporciona enriquecimento cultural a baianos e visitantes, e, ao mesmo tempo, esses grupos se reafirmam e se reconhecem como agentes importantes da cultura brasileira”, avalia Juca Ferreira.
Até o próximo dia 29, Salvador receberá grupos culturais, pesquisadores e gestores públicos para discutir e celebrar políticas de promoção da diversidade. A programação cultural do evento conta com apresentações, cortejos, shows e espetáculos, concentrados nas ruas do Centro Histórico e na Praça das Artes, no Pelourinho. O objetivo é reunir 37 diferentes manifestações culturais identificadas na Bahia, representadas por mestres e dirigentes de mais de 700 grupos e entidades.
O encontro também terá mesas-redondas sobre as políticas públicas voltadas ao setor. As discussões contarão com participações, entre outros, do secretário de Identidade e Diversidade Cultural (SID) do Ministério da Cultura (MinC), Américo Córdula, e da Coordenadora de Fomento à identidade e à Diversidade da SID, Giselle Dupin.
O 1º Encontro de Diversidade de Culturas Populares e Identitárias é realizado pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) em parceria com o MinC e com as secretarias estaduais de Promoção da Igualdade (Sepromi), de Educação (SEC), de Desenvolvimento Social e  Combate à Pobreza (SEDES) e do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre).
(Comunicação Social/MinC)

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Instalação revisita ditaduras militares do Brasil e do Chile



O Museu da Imagem e do Som apresenta a instalação audiovisual ltdn - les terra's di nadie (2007-2010), do artista e cineasta César Meneghetti. A obra faz um reexame histórico e traça um diálogo entre importantes acontecimentos políticos da América Latina do século passado: as ditaduras militares brasileira e chilena. Também participam da obra o chileno Antonio Arévalo (poesia), Carolina Manica e Patricia Rivadeneira (intérpretes) e Fabio Pagotto e Silvia Moraes (sound design).



A instalação tem dois canais, com duração de 7 minutos, e é coproduzida pelo Brasil, pelo Chile e pela Itália. Trata-se de uma representação visual do 11 de setembro de 1973, dia do golpe militar chileno, e do 31 de março de 1964, dia do golpe militar brasileiro. 

Misturadas às imagens é apresentada uma poesia do chileno Antonio Arévalo em cinco idiomas, como anuncia o subtítulo da obra - le terre di nessuno_ las tierras de nadie_ as terras de ninguém_ nobody’s land_ les terres de personne. 

As cenas se sucedem, sobrepõem-se e se completam, formando uma história única de um continente em permanente invenção. Um não-lugar onde impera a violência e a opressão, representadas como uma babel discursiva e visual. 

Onde: Museu da Imagem e do Som (MIS): avenida Europa, 158, Jardim Europa, São Paulo – SP 
Quando: 16 de outubro a 14 de novembro, terça a sábado das 12h às 22h, domingos e feriados das 11h às 12h
Quanto: gratuito
Informações: (11) 2117-4777