sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Juazeiro do Norte (CE): Cruz Peregrina chega ao Cariri nos braços da juventude católica

Através da Fé do Povo Católico, um ícone religioso que percorre o mundo, está passando pelo Ceará e hoje chega na Região do Cariri a ´Cruz Peregrina´, que já foi tocada pelas mãos de fiéis nos cinco continentes.

O símbolo da fé cristã católica é recebido em cortejos, especialmente pelos jovens, nas cidades grandes e pequenas. Não importando a força ou o tamanho de quem se aproxima para tocar a Cruz do Ano Santo.

Benta há 28 anos pelo então Papa João Paulo II, a Cruz está percorrendo os Municípios das nove dioceses católicas do Ceará tendo a companhia do ´Ícone de Nossa Senhora´.

Após Sobral e Limoeiro do Norte, os fiéis aplaudirão o símbolo de fé a partir de hoje no Cariri, especificamente em Juazeiro do Norte.




Em 1984, O Papa João Paulo II segundo dirigiu-se ao povo católico com a seguinte mensagem: ´Meus queridos jovens, na conclusão do Ano Santo, eu confio a vocês o sinal deste Ano Jubilar: a Cruz de Cristo! Carreguem-na pelo mundo como um símbolo do amor de Cristo pela humanidade, e anunciem a todos que somente na morte e ressurreição de Cristo podemos encontrar a salvação e a redenção´. Dito isso, O Papa João Paulo II deu seu sopro de fé a guiar (ou ser guiado) pela Cruz Peregrina nas mãos dos jovens na Basílica de São Pedro, em Roma. Iniciou-se ali a Jornada Mundial da Juventude (JMJ).

Desde então, a Cruz Peregrina percorre o mundo: Europa, América, Ásia, Africa e Oceânia. Dez anos depois, em 1994 a cruz segue a missão de passar pelas dioceses de cada país que sediar a Jornada Mundial da Juventude. Neste ano, será no Brasil, e a juventude do Ceará já está participando. Na manhã de hoje, centenas de jovens aguardavam com emoção a chegada da Cruz, vinda da cidade de Barbalha.




Muitos jovens reunidos pela fé, crianças e idosos também receberam o símbolo, tocaram, ajoelharam-se, fecharam os olhos em um ato de fé que segue até amanhã visitanto todas as paróquias da cidade.

A cruz é acompanhada de outro símbolo religioso, o Ícone de Nossa Senhora, que é uma cópia de um antigo e sagrado encontrado na primeira e maior basílica já construída para Maria, a Basílica de Santa Maria Maior. De acordo com a afirmação do Papa João Paulo II em 2003, que confiou ao povo católico o ícone de Maria. De agora em diante, ele vai acompanhar as Jornadas Mundiais da Juventude, junto com a cruz. Contemplem a sua Mãe! Ele será um sinal da presença materna de Maria próxima aos jovens que são chamados, como o Apóstolo João, a acolhê-la em suas vidas.

A Cruz Peregrina e o Ícone de Maria passaram pelas Dioceses de Sobral e Limoeiro. Hoje estão na Diocese do Crato e seguirão para as Dioceses de Iguatu (26 e 27 de fevereiro), Quixadá (28 de fevereiro a 1º de março), Arquidiocese de Fortaleza (1º a 3 de março), Dioceses de Crateús (4 a 6 de março), Itapipoca (6 a 8 de março) e Tianguá (9 e 10 de março).




Os símbolos chegaram ao Brasil por São Paulo, em 18 de setembro de 2011. A Cruz e o Ícone de Nossa Senhora foram entregues aos brasileiros pelos espanhóis em virtude da próxima Jornada Mundial da Juventude, a acontecer no Rio de Janeiro em 2013.

No encerramento, a Jornada Mundial da Juventude em Madrid (Espanha), em agosto do ano passado, que mobilizou o mundo inteiro para celebrar juntos os dons do enraizamento da juventude em Cristo, o Papa Bento XVI anunciou o Brasil como sede para receber a próxima jornada, legando aos brasileiros o compromisso de preparar o País num prazo de dois anos para acolher o evento.

A Cruz da Jornada Mundial da Juventude ficou conhecida por vários nomes: Cruz do Ano Santo, Cruz do Jubileu, Cruz da JMJ, Cruz Peregrina. Alguns a chamam de Cruz dos Jovens, porque foi entregue pelo Papa João Paulo II aos jovens, para que a levassem por todo o mundo, a todos os lugares e a todo tempo.

A cruz de madeira de 3,8 metros foi construída e colocada como símbolo da fé católica, perto do altar principal na Basílica de São Pedro no Ano Santo da Redenção (Semana Santa de 1983 à Semana Santa de 1984). No final daquele ano, depois de fechar a Porta Santa, o Papa João Paulo II deu essa cruz como um símbolo do amor de Cristo pela humanidade. Quem a recebeu, em nome da juventude, foram os jovens do Centro Juvenil Internacional São Lourenço, em Roma.

Já em 2003, o Papap João Paulo II deu aos jovens um segundo símbolo de fé para ser levado pelo mundo, acompanhando a Cruz da Jornada: o Ícone de Nossa Senhora. Trata-se da ´Salus Populi Romani´ - cópia contemporânea de antigo ícone encontrado na primeira e maior basílica para Maria a Mãe de Deus no ocidente, Santa Maria Maior.

Com informações do Repórter Lauriberto Braga do Diário do Nordeste On Line
Fonte: Site Miséria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário