quinta-feira, 29 de setembro de 2011

energia eólica CE com 60 projetos em leilão

Estado ficou em terceiro lugar, atrás do Rio Grande do Sul, com 84, e do Rio Grande do Norte, com 70
Clique para Ampliar



Rio/Fortaleza. O leilão destinado a oferta de energia, a partir de 2016, recebeu 377 inscrições para projetos de geração, que representam um total de 24.253 megawatts (MW) de capacidade, informou ontem a Empresa de Pesquisa Energética (EPE). O leilão chamado de A-5 será realizado em 20 de dezembro. A geração de energia eólica continua sendo o destaque entre as fontes de geração, com 296 projetos, com 78,5% do total cadastrados junto à EPE, somando um total de 7.486 MW.

Entre os projetos eólicos, o Ceará é o terceiro, com 60 parques inscritos para geração de 1.431,8 MW. A participação do Estado é apenas com projetos cuja fonte de energia é a força dos ventos. Em primeiro lugar, o Rio Grande Sul inscreveu 84 projetos (2.226 MW). Em seguida, o Rio Grande do Norte, com 70 empreendimentos inscritos (1.795,2 MW).

Competitividade

Desde o último leilão realizado pela EPE, em agosto - para energia para 2014 - os projetos de energia eólica são incluídos por terem se tornado muito competitivos em relação a outras fontes, como a gás e hidrelétrica. O grande número de projetos que estão sendo instalados no País, que vem atraindo fabricantes de materiais e equipamentos, também tem provocado forte redução nos custos dos projetos eólicos.

Em segundo lugar, em número de projetos, na disputa pelo mercado de energia brasileiro estão as térmicas movidas a gás natural, que estão sofrendo concorrência direta das eólicas, com um total de 34 projetos inscritos com um volume de energia de 2.864,9 MW, o que representa a maior oferta de energia inscrita (53%) dos 24.253 MW. Em terceiro lugar estão os projetos de novas usinas hidrelétricas. Foram inscritos dez projetos com um total de capacidade instalada de 2.160 MW. Estão inscritos também quatro projetos para ampliação da capacidade de usinas hidrelétricas já em construção, com um total de 644.3 MW.

Melhores estados

Entre todos os inscritos, considerando todas as fontes de geração de energia, o Rio Grande do Sul apresentou o maior número de projetos cadastrados (87), enquanto o Rio de Janeiro registrou a maior oferta de energia (3.009,1 MW).

Energia eólica

296 projetos eólicos foram inscritos em todo o Brasil, sendo a energia com o maior número de inscrições, com 78,5% do total

Nenhum comentário:

Postar um comentário