terça-feira, 20 de setembro de 2011

Inácio Arruda - A gente também quer cultura e arte




No dia 22 estaremos lançando, aqui no Ceará, a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Cultura, com a presença de sua presidente nacional, deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ), e do secretário de Cultura do Estado, Francisco Pinheiro. Num momento em que a inclusão social abre novas possibilidades de vida digna para milhões de brasileiras e brasileiros, precisamos priorizar também o acesso à cultura, tanto como realizadores quanto como apreciadores, a esse vasto contingente.
Segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), os 10% mais ricos do Brasil são responsáveis por aproximadamente 40% do nosso consumo cultural. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e do Ministério da Cultura (MinC) mostram que apenas 14% dos brasileiros vão regularmente aos cinemas, 96% não frequentam museus, 93% nunca foram a uma exposição de arte, 78% nunca assistiram a um espetáculo de dança e 90% dos municípios do País não possuem cinemas, teatros, museus ou centros culturais!



A cultura é direito básico do cidadão. Nosso povo construiu um patrimônio cultural que nos formou enquanto nação. Para fazer frente à imposição de uma hegemonia cultural e ideológica estrangeira, temos que incentivar as linguagens artísticas e expressões culturais e o salutar intercâmbio entre os povos.
Além de leis que garantam o financiamento, devemos cobrar do poder público a descentralização dos equipamentos culturais, hoje predominantemente instalados nas regiões de alta renda das grandes cidades. A população mais carente, tanto urbana quanto rural, precisa ter acesso a teatros, museus, bibliotecas e ter a possibilidade de lazer, recreação, estímulo à leitura e especialmente o contato com as mais diversas formas de manifestações artísticas.

A Frente Parlamentar em Defesa da Cultura, que eu coordeno no Ceará, apoia todas as linguagens e manifestações culturais. A incorporação de contingentes cada vez maiores na produção e usufruto dos bens culturais possibilitará aos cearenses dar contribuição de ainda maior destaque ao patrimônio cultural brasileiro.

*Inácio Arruda é Senador (PCdoB)

Fonte: O Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário