quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

PT diz que Lula será "elemento importantíssimo" na eleição


O presidente nacional do PT, Rui Falcão , disse, nesta quarta-feira (25), que o prestígio do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva será "elemento importantíssimo" na disputa das eleições municipais deste ano. E manifestou-se otimista com a força que a aprovação do governo da presidente Dilma Rousseff pode dar aos candidatos da sigla. Falcão reafirmou que o PT quer conquistar mais do que as 550 prefeituras que administra hoje, especialmente em cidades com mais de 150 mil habitantes.

O engajamento de Lula na campanha é tido como certo. "Ainda quando sua doença foi detectada, o ex-presidente disse que, assim que se recuperar, pretende fazer campanha pelo PT e pelo 13", ressaltou Falcão.

Quanto a Dilma, ele disse que "esperamos que ela continue fazendo o ótimo governo que vem realizando", comentou. "Acredito que diante da grandiosidade das tarefas de dirigir o País em meio à crise mundial, ela vai estar mais concentrada nisso do que propriamente em ir a palanques ou atividades que possam colocar dificuldades do ponto de vista de sustentação do governo", reconheceu.

Embora tenha ressalvado que a negociação de alianças para a eleição para a prefeitura de São Paulo é tarefa do diretório municipal, Falcão não vê como provável uma aliança com o PSD do prefeito Gilberto Kassab. "Ele tem nos colocado como terceira opção, depois de José Serra e Guilherme Afif Domingos", ressaltou, lembrando que o PT segue fazendo oposição ao prefeito na Câmara.

Caso Pinheirinho

O dirigente não quis rebater diretamente a nota oficial do PSDB, emitida na terça-feira, que acusa o governo federal de "politizar" a reintegração de posse de área invadida do Pinheirinho, em São José dos Campos.

"Não tenho por hábito comentar notas de outros partidos, mas me interessa a defesa daquela população, mais de mil famílias desalojadas com muita força policial, muita violência, dois mil homens armados, quando para desocupar um morro do Rio de Janeiro não teve esse efetivo, não teve um tiro", comparou. "Tomar a defesa dessa população não é fazer campanha eleitoral".

Falcão está em Porto Alegre para participar de atividades ligadas ao Fórum Social Temático Crise Capitalista, Justiça Social e Ambiental, que começou terça-feira (24) e prossegue até a próxima segunda-feira (30). Nesta quinta-feira (26), a presidente Dilma Rousseff deve participar do Diálogo entre Sociedade Civil e Governos.

De Brasília
Com agências

Nenhum comentário:

Postar um comentário