sexta-feira, 2 de março de 2012

EM MENOS DE 45 QUILÔMETROS CE-040 tem 22 fotossensores



Dentre outros problemas relacionados pelos motoristas que trafegam pela via, está a falta de iluminação

A duplicação da CE-040, no trecho entre Aquiraz - na altura do Iguape - até o município de Beberibe, foi entregue, pelo Governo do Estado, no último dia 16. Mas a população ainda sente falta de algumas melhorias, como uma proteção na lateral das pistas e mais iluminação. Há, ainda, queixas sobre retornos muito fechados e o grande número de fotossensores.

Quem trafega pelas pistas e precisa fazer um retorno pode até se assustar com o tamanho das valas que se formam no encontro entre as três vias. O maior problema é a falta de proteção, caso o motorista cometa algum erro durante a manobra um acidente pode acontecer.

"Seria muito importante a colocação de algum tipo de proteção, principalmente nas curvas. Desta forma alguns acidentes poderiam ser evitados na rodovia", comenta o empresário Tiago Alves da Silva.

Como as proteções não existem, ele acredita que a melhor solução é que os motoristas trafeguem na velocidade permitida pela lei. "Não adianta ter pressa. O importante é chegar salvo ao seu destino", afirma.

Valas

Outro problema encontrado por ele foi o tamanho das valas que separam as pistas. Algumas chegam a ter aproximadamente oito metros de altura.

Já o aposentado Nélio Maia Castro reclamou do grande número de fotossensores ao longo dos 44,5 Km de extensão da duplicação. Castro destacou, ainda, a falta de sinalização que alerte sobre a presença de radares no local. Para ele, isso é feito justamente para que um número maior de pessoas seja surpreendido. Além disso, ele acrescentou que a falta de iluminação dificulta a visão dos equipamentos durante a noite e com isso é bem mais fácil ser multado.

O médico Edimilson Souza acredita que os radares são muito importantes para evitar acidentes na rodovia. "Se não tiver vários fotossensores, o número de acidentes vai crescer. O equipamento também ajuda as pessoas a atravessar a via, com os veículos em baixa velocidade, isso é mais fácil", afirmou.

A assessoria de imprensa do Departamento Estadual de Rodovias (DER) informou que em nenhum trecho das rodovias estaduais existe algum tipo de proteção nos retornos e por isso nada disso foi feito na CE-040.

De acordo com a assessoria de imprensa do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-CE) existem 22 equipamentos ao longo da duplicação. São onze na direção Iguape/Beberibe e outros 11 entre Beberibe/ Iguape.

A Resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) extingue a obrigatoriedade da sinalização de alerta sobre uso de equipamentos de fiscalização eletrônica nas ruas e estradas do País, mas os objetos devem permanecer em locais visíveis.

Foram investidos na duplicação da CE-040 cerca de R$ 40 milhões, com recursos oriundos do Tesouro Estadual, do Ministério de Turismo (Mtur) e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), através do Programa de Desenvolvimento de Turismo.

Mais um trecho da rodovia deverá ser duplicado, de Beberibe até Aracati, onde está sendo construído um Aeroporto previsto para ser inaugurado em abri deste ano. De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), a CE-040 possui um volume diário de 90 mil veículos.

THIAGO ROCHA
ESPECIAL PARA CIDADE

Nenhum comentário:

Postar um comentário