segunda-feira, 5 de março de 2012

Patativa do Assaré completaria hoje 103 anos de idade


Por: Kyara Aires

O cearense Antônio Gonçalves da Silva nasceu na Serra de Santana, a 18 quilômetros da cidade de Assaré, no 5 de março de 1909. Antônio Gonçalves ou, como ficou eternizado na história cultural do país, o poeta Patativa do Assaré, completaria hoje, se estivesse vivo, 103 anos de idade.

Órfão de pai, desde cedo o menino acostumara-se com a labuta do dia-a-dia nordestino e com os desafios impostos pela vida. Aos quatro anos de idade já tinha perdido a visão de um olho.
Patativa do Assaré completaria hoje 103 anos de idade
Patativa era semi-analfabeto e foi através das obras de Camões, entre outros romancistas, que o menino se fez poeta e, acompanhado de sua viola, passou a entreter moradores da região serrana, onde morava.

Foi como sonetista que Patativa, que ganhou o nome de um pássaro cantador do nordeste, ficou conhecido em todo o país. Seu primeiro livro, Inspiração Nordestina, de 1956, é seu trabalho mais puro e genuíno. Ele ganhou vários prêmios e títulos por suas obras.

Antonio Gonçalves da Silva, o "Patativa do Assaré" morreu no mês de julho de 2002 com 93 anos de idade. Ele nos deixou como legado; sete livros e cinco discos. Sobre seu talento e sua trajetória o que não falta são publicações, teses, monografias, ensaios e artigos de pesquisadores de todo o país, quiçá do mundo.


Publicado em Cidades

Nenhum comentário:

Postar um comentário