domingo, 17 de outubro de 2010

Alemberg Quindins recebe prêmio nacional


O trabalho realizado na Fundação Casa Grande recebeu reconhecimento ao lado de outras 13 personalidadesClique para AmpliarNova Olinda. Um projeto que ao longo da sua trajetória tem tido ressonância local, nacional e internacional, acaba de receber mais um reconhecimento. Dessa vez, o Prêmio Trip Transformar 2010, voltado para projetos na área do empreendedorismo social, com destaque para personalidades que garantiram a execução desses projetos.

Alemberg Quindins, diretor da Fundação Casa Grande, em Nova Olinda, é uma das 13 personalidades a serem reconhecidas pelo trabalho desenvolvido na instituição. No próximo dia 27, o diretor estará em São Paulo, participando de solenidade de entrega da homenagem.

A premiação é oferecida pela revista de circulação nacional Trip. No mês de agosto, a entidade foi destaque durante uma reportagem destacando a Casa Grande e seu fundador.

Contemplados
Entre os ganhadores dessa premiação este ano, está o jogador Raí, que desenvolve o projeto modelo com reconhecimento da Unesco, Gol de Letra. Também foram contemplados nomes como Ana Moser, ex-jogadora da Seleção de Vôlei, e Romário, inserindo também empresários, artistas e ecologistas, como a premiada este ano, Ana Primavesi, de 90 anos, precursora da agroecologia no Brasil.

A Fundação Casa Grande foi criada há quase 19 anos. Ao longo desse período, tem desenvolvido projetos em frentes diversificadas. Além da memória do homem kariri, a arte, o turismo e a cultura integram o programa para atuar com crianças e adolescentes da pequena Nova Olinda, de 13 mil habitantes.

O trabalho é desenvolvido por meio dos projetos Parque Ambiental dos Cajueiros e Sítio Escola de Arqueologia e Mitologia da Chapada do Araripe. A parceria para o desenvolvimento das atividades envolve a Fundação, Ministério da Integração Nacional (MIN), prefeitura local, Geopark Araripe e Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Alemberg Quindins destaca a dimensão do prêmio para a instituição, por ser um reconhecimento de uma revista de circulação nacional, levando um projeto do interior do Ceará para ser visto pelo Brasil. Levando-se em consideração que grandes personalidades do País também já foram homenageadas. "Fico feliz por estar representando o Ceará e o Cariri nesta solenidade", diz ele.

VisibilidadeSão 19 anos, conforme o diretor, de um trabalho consolidado em nível local. A Fundação conta com o reconhecimento de instituições nacionais e internacionais, e também do Ministério da Cultura brasileiro. Alemberg ressalta a visibilidade internacional que tem sido dada ao projeto, principalmente em países da Europa. Este ano, foram realizados workshops em países como Itália e Portugal, com exposições itinerantes, divulgados os potenciais da região, o meio ambiente e a cultura, além da própria entidade, e apresentações de show com as crianças e jovens da Casa Grande.

São mais de 200 crianças e adolescentes assistidos pelos projetos educacionais. No Parque Ambiental dos Cajueiros, onde começa novo trabalho, são inseridas 160 crianças e adolescentes, na faixa etária de 6 a 15 anos. A educação por meio do esporte, além do resgate dos times da região, a formação de uma seleção com as crianças já estão sendo desenvolvidos por meio desse trabalho, que agora parte para a estruturação para o melhor desempenho das atividades.

Segundo o diretor, hoje a Casa Grande tem uma extensão de capacitação, dentro da área de comunicação, levando a seu modelo pedagógico para ser apresentado em universidades de Portugal e da Alemanha.

Representação
"Fico feliz com esse reconhecimento, por estar representando o Ceará e o Cariri"
Alemberg QuindinsDiretor da Fundação Casa Grande

MAIS INFORMAÇÕES 
Fundação Casa Grande
Avenida Jeremias Pereira, 444
(88) 3546.1333
Escritório no Crato: (88) 3521.813

Nenhum comentário:

Postar um comentário