quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Instalação revisita ditaduras militares do Brasil e do Chile



O Museu da Imagem e do Som apresenta a instalação audiovisual ltdn - les terra's di nadie (2007-2010), do artista e cineasta César Meneghetti. A obra faz um reexame histórico e traça um diálogo entre importantes acontecimentos políticos da América Latina do século passado: as ditaduras militares brasileira e chilena. Também participam da obra o chileno Antonio Arévalo (poesia), Carolina Manica e Patricia Rivadeneira (intérpretes) e Fabio Pagotto e Silvia Moraes (sound design).



A instalação tem dois canais, com duração de 7 minutos, e é coproduzida pelo Brasil, pelo Chile e pela Itália. Trata-se de uma representação visual do 11 de setembro de 1973, dia do golpe militar chileno, e do 31 de março de 1964, dia do golpe militar brasileiro. 

Misturadas às imagens é apresentada uma poesia do chileno Antonio Arévalo em cinco idiomas, como anuncia o subtítulo da obra - le terre di nessuno_ las tierras de nadie_ as terras de ninguém_ nobody’s land_ les terres de personne. 

As cenas se sucedem, sobrepõem-se e se completam, formando uma história única de um continente em permanente invenção. Um não-lugar onde impera a violência e a opressão, representadas como uma babel discursiva e visual. 

Onde: Museu da Imagem e do Som (MIS): avenida Europa, 158, Jardim Europa, São Paulo – SP 
Quando: 16 de outubro a 14 de novembro, terça a sábado das 12h às 22h, domingos e feriados das 11h às 12h
Quanto: gratuito
Informações: (11) 2117-4777

Nenhum comentário:

Postar um comentário