sábado, 16 de outubro de 2010

Fomento à Produção de Filmes Edital no valor de US$ 300 mil, aberto a obras de ficção, animação e documentário, deve ser lançado ainda este ano

Manoel Rangel, diretor-presidente da Agência Nacional do Cinema – autarquia vinculada ao Ministério da Cultura -, e Martín Papich, diretor do Instituto do Cinema e do Audiovisual do Uruguai (ICAU), assinam nesta sexta-feira, 15 de outubro, em Montevidéu, o Protocolo de Cooperação para o Fomento à Produção de Filmes de Longa-Metragem, no âmbito do Acordo Latino-Americano de Coprodução Cinematográfica.
O lançamento do primeiro edital está previsto para a primeira semana de dezembro, durante o eventoVentana Sur, em Buenos Aires, que reúne profissionais de toda a América Latina.
O Protocolo tem como objetivos estimular o desenvolvimento da indústria cinematográfica do Mercosul e criar um ambiente de cooperação que favoreça a expansão do número de filmes em coprodução entre os dois países, aumentando assim a presença de obras cinematográficas uruguaias e brasileiras em ambos os mercados.
Serão contemplados anualmente dois projetos de filmes de longa-metragem – um de produção majoritariamente brasileira e um de produção majoritariamente uruguaia – nos gêneros ficção, documentário ou animação, destinados a serem exibidos prioritária e inicialmente nas salas de cinema.
Em 2010, primeiro ano de execução do Protocolo, o montante do apoio será, por parte do ICAU, de valor equivalente US$ 100 mil e, por parte da Ancine, de valor equivalente a US$ 200 mil.
A seleção dos projetos que receberão os apoios a cada ano será feita por uma Comissão Binacional de Seleção. Os apoios atribuídos no âmbito do Protocolo serão suplementares a outros mecanismos de financiamento existentes em cada país.
Informações: (21) 3037-6003/6004.
(Rubia Mazzini, Ascom/Ancine)

Nenhum comentário:

Postar um comentário