terça-feira, 7 de agosto de 2012

Ceará é o primeiro estado a adotar transferência eletrônica de veículos


O Ceará é o primeiro estado brasileiro a adotar a transferência eletrônica de veículos. Agora, ela é feita automaticamente na hora da venda do carro. No restante do país, o prazo para fazer isso é de até 30 dias. Se o novo dono não fizer nada, o antigo proprietário do carro pode ter dor de cabeça.
 
O primeiro passo no processo de transferência é registrar o documento do veículo em cartório. Na maioria dos estados, o recomendável é que, depois disso, quem vendeu o veículo leve a cópia do documento registrado ao Detran para provar que já não é mais dono do carro.

Isso porque o comprador tem um prazo de até 30 dias para solicitar que o departamento de trânsito emita o documento no nome do novo dono. Entretanto, muitas vezes, nem comprador, nem vendedor faz a sua parte e o Detran fica sem saber que o veículo já pertence a outra pessoa.

No Ceará, o sistema dos cartórios é interligado ao departamento de trânsito. O servidor público Carlos Eduardo Holanda aprovou o novo sistema. “Agora, as responsabilidades são do novo proprietário, do comprador, então fico mais tranquilo.”

Fonte: Jornal Hoje

Nenhum comentário:

Postar um comentário