quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Delta compra 3% da Gol

São Paulo Com um investimento de US$ 100 milhões, a companhia aérea americana Delta adquiriu uma participação de 3% do capital da Gol Linhas Aéreas.

O acordo prevê a ampliação da aliança comercial entre as duas companhias, com integração de programas de milhagem e dos sistemas de venda de bilhetes. O passageiro da Gol vai poder comprar passagens para qualquer destino operado pela Delta a partir do site da própria Gol, e vice-versa.
Clique para Ampliar


O acordo garante a Delta exclusividade na parceria com a companhia brasileira, que hoje também tem acordo de compartilhamento de voos para os EUA com a American Airlines.

O acordo com a AA vence no terceiro trimestre de 2012, quando entra em vigor o acordo ampliado com a Delta.

"O acordo vai permitir aos nossos clientes acesso a 400 destinos em 70 países", disse o presidente da Gol, Constantino de Oliveira Junior.

Brasil em alta

Para o presidente da Delta, Richard Anderson, a entrada no capital da Gol é um investimento estratégico que reforça a importância do Brasil para a companhia americana. "O Brasil vai ser o quarto maior mercado doméstico do mundo até 2014 e esse é um investimento estratégico de longo prazo", disse.

A Delta vai adquirir sua participação em ADSs (American Depositary Shares) lastreadas em ações preferenciais da GOL. O único privilégio que terá em relação ao demais investidores minoritários é um assento no conselho de administração. Hoje a Gol tem nove assentos e será criado mais um, a ser ocupado por Bastian.

Para isso, a Delta se compromete a não reduzir a participação atual em menos de 50%.

Pelos próximos doze meses, a Delta não poderá vender suas ações nem fazer novas aquisições na Bolsa ao longo dos próximos doze meses sem comunicar os sócios controladores da Gol.

O acordo prevê ainda a transferência dos alugueis de dois Boeings 767, parados desde o fim dos voos de longo curso da bandeira Varig. Com aluguel e manutenção, as duas aeronaves custariam à Gol R$ 50 milhões de hoje até 2014.

Nenhum comentário:

Postar um comentário