quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Prêmio para a acessibilidade

Medidas para reduzir as diversas barreiras arquitetônicas em Sobral serão premiadas em concurso da Prefeitura

Sobral. As empresas públicas e privadas desta cidade na Zona Norte do Ceará já estão disputando o Selo de Acessibilidade. Elas serão classificadas em padrão ouro, prata e bronze. Para conquistar o Selo, as empresas terão que oferecer acessibilidade para as pessoas com necessidades especiais. São pontos ainda para o Selo o oferecimento de emprego para inserção de pessoas com deficiência no mercado de trabalho e assegurar ao idoso reserva de vagas na áreas de estacionamento.
Clique para Ampliar
O lançamento do Selo de Acessibilidade de Sobral contou com a presença do medalhista paraolímpico, o nadador potiguar Clodoaldo Silva. "Acho muito bom quando eu venho a uma cidade, principalmente do interior do Nordeste, que tem essa respeitabilidade com a acessibilidade", destacou.

Para Clodoaldo, a iniciativa de Sobral deveria ser copiada por todos os Municípios brasileiros. "Espero que essa iniciativa da Prefeitura e da Câmara Municipal de Sobral possa servir de inspiração para que outras cidades brasileiras sigam este mesmo caminho pois, afinal, o Brasil vai sediar uma Copa do Mundo, uma Olimpíada e principalmente uma Paraolimpíada e país que quer ser de Primeiro Mundo não é necessário fazer eventos monumentais, mas sim se preocupar com a igualdade da população", cobra o atleta.

O autor da lei do Selo de Acessibilidade, vereador Paulo Vasconcelos, lembra que o acesso livre de barreiras e maior comodidade de deslocamento nas áreas internas e nas áreas externas contíguas das cidades é um direito de todo brasileiro. "A lei que criamos e que foi sancionada pelo prefeito Clodoveu Arruda garante a Sobral ser novamente uma cidade de vanguarda, onde respeita o bem-estar de sua população", diz o vereador. Ele cita o caso do prédio da Câmara, que não tinha elevador e colocou o equipamento para que as pessoas com deficiência pudessem assistir as sessões plenárias no primeiro andar da Casa.

O prefeito Clodoveu Arruda em sua fala no lançamento do Selo de Acessibilidade, enumerou os benefícios da lei. "Vamos prestar atendimento prioritário às pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida, como são os casos da gestantes e idosos. Vamos dar condições gerais de acessibilidade arqui-tetônica, urbanísticas e de comunicação, como estamos fazendo agora no sítio histórico, que ganhará calçadas guiadas devido a internalização da fiação elétrica e telefônica. Com o Selo vamos garantir a inserção de pessoas com deficiência no mercado de trabalho. Iremos também assegurar ao idoso reserva de vagas nos estacionamentos. E principalmente desenvolver capacidade de novas formas de atendimento às pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida", afirmou.

As empresas que conquistarem o Selo de Acessibilidade, premiação anual, poderão afixar a honraria em local visível e utilizá-lo em sua publicidade. Presentes à solenidade de lançamento, no auditório do Paço Municipal, vários empresários e secretários que se comprometeram a melhorar a acessibilidade em Sobral.

O diretor da Grendene Sobral, Nelson José Rossi, foi um dos empresários que se comprometeu a participar da premiação. "Vamos participar e mostrar nossas ações em termos de acessibilidade para nossos mais de 17 mil empregados", garantiu Rossi.

O secretário de Saúde e Ação Social, Carlos Hilton, espera que com o Selo o acesso seja universalizado em Sobral. "Com este Selo queremos dotar toda cidade de condições acessíveis para todos. O prêmio é um estímulo para a acessibilidade. Com ele, nós, do Poder Público, e o Poder Privado podemos universalizar o acesso, derrubando barreiras arquitetônicas e sociais", afirma Carlos Hilton.

Políticas públicas

Mais uma vez, Sobral parte na frente na adoção de medidas que aperfeiçoam as políticas públicas. Em muitas cidades do interior, as barreiras arquitetô-nicas causam grande dificuldade para portadores de necessidades especiais, tais como pessoas em cadeiras de rodas, com muletas, idosos e outras. Meio fio elevado, falta de rampas, desnível em calçadas são problemas comuns em todas as cidades do interior. Tudo isto compromete o livre tráfego das pessoas.

MAIS INFORMAÇÕES
Gabinete do vereador Paulo Vasconcelos, (88) 3677.7600
Prefeitura de Sobral - Rua Viriato de Medeiros, Centro, (88) 3677.1100

Lauriberto Braga
Repórter

Nenhum comentário:

Postar um comentário