quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Comissão aprova 34,7% do proposto nas emendas do Ceará

Por: Luciano Augusto
Os deputados e senadores do Ceará sugeriram R$ 1,25 bilhão de investimentos federais, mas foram aprovados só R$ 434,03 milhões. O coordenador da Bancada do Ceará, deputado federal José Guimarães (PT) comemora a aprovação pela Comissão Mista de Orçamento, dos valores de emendas propostas.
São aproximadamente 34,7% do proposto pelos deputados e senadores cearenses. O valor pedido era R$1,25 bilhão, mas a relatora, senadora Serys Slhessarenko (PT-MT), acatou parcialmente todas as emendas, com valores reduzidos, no total de R$ 434,03 milhões.

O orçamento ainda será votado no plenário do Congresso, mas esses valores não deverão sofrer alterações. Guimarães explicou que ainda estão reservados no orçamento R$ 1,9 bilhão a serem aplicados por projetos do governo federal e mais R$ 30 milhões para serem investidos em obras para a Copa 2014. Apesar dos cortes, Guimarães diz que no total de recursos para o Nordeste, o Ceará só perdeu para a Bahia

Neste ano, o Ceará teve somente R$ 104 milhões de emendas de bancada empenhadas. Guimarães espera que o valor suba para R$ 150 milhões até o fim do ano. "Considerando a crise econômica, e que o país está se recuperando dela, foi um ano bom", avaliou.
Veja como eram e como foram aprovadas as emendas da Bancada do Ceará:

1) De R$ 30 milhões para R$ 19 milhões - Execução da segunda etapa do Instituto de Ciências Médicas Paulo Martins Rodrigues (ICM);
2) De R$ 50 milhões para R$ 25 milhões - Criação e modernização de infraestrutura para esporte de alto rendimento em Juazeiro do Norte;
3) De R$ 100 milhões para R$ 38,1 milhões - Projetos de infraestrutura turística na região Metropolitana do Cariri;
4) De R$ 65 milhões para R$ 19 milhões - Projetos de infraestrutura turística em Fortaleza;
5) De R$ 100 milhões para R$ 30 milhões - Projetos de apoio ao pequeno trabalhador rural, agricultor familiar com a manutenção de perímetros irrigados em todo o estado;
6) De R$ 100 milhões para R$ 19 milhões - Elaboração de implantação de projetos de inclusão digital para fortalecimento do Cinturão Digital no estado;
7) De R$ 120 milhões para R$ 4 milhões - Obras para ampliar a oferta de água em Inhamuns, no Serão Central;
8) De R$ 100 milhões para R$ 30 milhões - Construção de trecho entre a Ponte do Sabiaguaba e a rodovia CE-040, na Região Metropolitana de Fortaleza;
9) De R$ 100 milhões para R$ 30 milhões - Duplicação da CE-060 no trecho entre Pacatuba e Redenção, na Região Metropolitana de Fortaleza;
10) De R$ 100 milhões para R$ 30 milhões - Obras na CE-085, com início em Caucaia, que faz parte da Região Metropolitana de Fortaleza;
11) De R$ 25 milhões para R$ 10 milhões - Implantação e modernização dos Centros Vocacionais Tecnológicos, por meio do Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Ceará;
12) De R$ 30 milhões para R$ 20,8 milhões - Manutenção da BR 226 no Ceará;
13) De R$ 100 milhões para R$ 40 milhões - Projetos de infraestrutura turística em municípios da Região Metropolitana de Fortaleza;
14) De R$ 100 milhões para R$ 34 milhões - Projetos de infraestrutura urbana em Fortaleza;
15) De R$ 30 milhões para R$ 10 milhões - Reforma e modernização da Universidade Federal do Ceará;
16) De R$ 50 milhões para R$ 20 milhões - Estruturação de Unidades de Atenção Especializada em Saúde no Hospital da Mulher, em Fortaleza;
17) De R$ 50 milhões para R$ 29 milhões - Melhoria urbana na Praia de Iracema, em Fortaleza;

(Com informações de Genésio Araújo Jr )
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário