quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Presidente Lula sugere calendário para fiscalizar andamento da refinaria

Eunício, Pimentel, Inácio Arruda e outras autoridades acompanharam o lançamento da pedra fundamental no Pecém.
Por: Beth Rebouças
Entre gritos de ”Lula, eu te amo”, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva lançou, na manhã de hoje (29), a pedra fundamental de implantação da Refinaria Premium II, que integra os projetos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), no Ceará.
O Presidente sugeriu que o governador Cid Gomes e o presidente da Petrobras Sergio Gabriell façam um calendário de compromissos, sobre o andamento da refinaria, para que ela seja entregue no tempo previsto. Deverá entrar em operação a partir de 2017, com produção de 300 mil barris por dia.
Relembrou em tom de queixa que a burocracia às vezes atrapalha e “coisas param nas mãos do Ibama, da Funai e do Ministério Público e, quando a gente pensa que vai inaugurar, nem começou”. A obra deve ser iniciada, na verdade, em meados de 2011. Houve problemas com a regularização fundiária do terreno, por ser em áreas indígenas. Inclusive as etnias Tapeba e Anacé, com roupas características, presenciaram à solenidade. Também estavam os senadores eleito, Eunício Oliveira (PMDB) e Pimentel (PT), o senador Inácio Arruda (PC do B), o deputado José Guimarães (PT) e o futuro vice-governador Domingos Filho (PMDB), entre outras autoridades e populares.
Em seu discurso, Lula agradeceu a Ciro Gomes pela transposição e fez uma homenagem ao seu vice, José Alencar, que ainda está hospitalizado. Ele destacou que o Ceará, que sofria com a falta de água, agora terá água da transposição, que não tinha refinaria, está ganhando a Premium e também uma siderúrgica.
A área estudada para a implantação da refinaria fica no Complexo Industrial do Porto de Pecém, no município de Caucaia (CE), onde está sendo iniciada a campanha de sondagem do terreno. De acordo com a Petrobras, deverão ser produzidos diesel com baixo teor de enxofre, querosene de aviação, nafta, gás de cozinha e bunker (combustível para navio). Lula fechou a série de discursos iniciado pelo prefeito de Caucaia, Washington Góis, o governador Cid Gomes e o presidente da Petrobrás, Sérgio Gabrielli.

Nenhum comentário:

Postar um comentário