quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Crédito vai crescer menos em 2011, mas chegará a 50% do PIB

O crédito crescerá menos em 2011, mas deve alcançar o patamar inédito de 50% do PIB (Produto Interno Bruto) no próximo ano, segundo estimativas do Banco Central.

O BC reduziu a previsão de expansão em 2010 de 22% para 20%. Para o próximo ano, o crescimento deve ficar em 15%.

Com isso, a participação do crédito na economia sobe de 48% do PIB no final deste ano para 50%.

POR TIPO

Os empréstimos subsidiados, como crédito habitacional e do BNDES, devem crescer 29% e 23%, respectivamente, nesses dois anos. O crédito livre (sem subsídio) deve ter o ritmo de crescimento reduzido de 16% para 12%.

Neste ano, a expansão para consumidores e empresas no crédito livre será de 16%. Em 2011, o aumento será maior para pessoas jurídicas (14%) do que para pessoas físicas (10%).

"O cenário mostra um menor ritmo da expansão do crédito em 2011, em especial no crédito direcionado", disse o diretor de Política Econômica do Banco Central, Carlos Hamilton.

Segundo ele, as medidas já anunciadas pelo BC para reduzir os prazos de financiamento ao consumo contribuem para isso.

Fonte: Folha.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário