domingo, 16 de outubro de 2011

Crato - CE - Galeria divulga artes visuais




A primeira galeria de arte contemporânea do Cariri, aberta desde o último mês de julho, está expondo 32 obras do artista plástico George Macário. O espaço que foi dedicado à disseminação da cultura regional, principalmente das artes visuais, tem 48 metros quadrados, climatização ambiente e iluminação adequada. O novo espaço de arte contemporânea já se consolida como uma área de domínio público, onde artistas de todas as cidades do Cariri terão a oportunidade de expor seus trabalhos.

Sob a atmosfera cultural que paira na cidade e ainda sem a visitação esperada, a galeria que foi projetada pelo próprio George Macário, permanece aberta das 8 às 20 horas, de segunda a sexta-feira. Apesar de não ter nenhuma exposição agendada, a galeria irá programar uma agenda de eventos de mostras e exposições de outros produtores culturais. Algumas propostas já estão sendo analisadas. Na exposição inicial estão quadros e esculturas de parede, feitas em madeira MDF. Para produzi-los, Macário utilizou uma técnica própria, o gesso acrílico. O artista imprime um estilo peculiar aos quadros que mostram imagens abstratas que ele considera uma evolução de seu trabalho.

Macário iniciou sua vida de artista plástico aos 23 anos, com desenhos em bico de pena. Hoje, aos 46 anos, se considera o mais estruturado do Município. Diz que ter uma galeria de arte é o sonho de todos os seus colegas de profissão. A produção do artista já percorreu várias cidades do Ceará e outros Estados. A primeira exposição da qual participou aconteceu em 1993, na residência do médico cratense, Marcos Cunha, evento que para ele foi de fundamental importância, devido ao reconhecimento obtido pelas telas apresentadas que traziam, sem temática estabelecida, desenhos em bico de pena e pastel seco.

Logo depois, em 2005, já na fase do gesso acrílico, onde ele produzia desenhos figurativos em placas, surgiu à exposição “A arte no gesso e o gesso na arte”, que foi realizada na Universidade Regional do Cariri (Urca).

Após a visitação de um grupo de alunos com deficiência visual, a exibição que trazia várias obras em alto relevo foi aberta ao toque e conduziu o artista a participar da VII Mostra Cariri das Artes. Já no ano de 2006, a cidade de Fortaleza recebeu a exposição “Olhos e visão do mundo”, que permaneceu por 30 dias no Espaço Cultural do Shopping Aldeota. Turistas estrangeiros se interessaram se pela maioria das obras. Macário conta que voltou para casa com apenas duas delas. Na inauguração do Centro Cultural do Araripe, ele fez apanhado de obras e reuniu todas as fases em uma única exposição. Logo depois, recebeu homenagem no VI Salão de Outubro, concurso de artes visuais no Crato.

Marco

Um dos marcos divisórios de sua carreia é a criação de um ateliê, no ponto mais alto da Chapada do Araripe, local onde busca inspiração para criar obras de artes nos mais diferentes temas. Uma das preocupações retratadas na obra do artista é a natureza e seus fenômenos. Tsunamis, terremotos, e outras grandes catástrofes já serviram de ponto de partida para a sua imaginação. Para ele, o maior desafio dos artistas não se resume a ter locais para expor e comercializar as obras. Além disso, é preciso manter a evolução do próprio trabalho. “Eu me considero um eterno experimentista. Busco sempre estar renovando as experiências com novos materiais, e acho que é assim que se faz arte. Meu trabalho tem um traço particular, mas não tenho obras parecidas. Isso pode ser conferido nos quadros que estão sendo expostos”.

Influência

A Galeria George Macário de Arte Contemporânea surgiu da influência de artistas renomados, como o mundialmente conhecido, Bruno Pedrosa, que já é considerado um dos maiores artistas plásticos cearenses da atualidade, escultor, pintor, desenhista e joalheiro esteve, esta semana, frequentando as instalações. Bruno afirma que a primeira galeria de arte contemporânea do Cariri representa uma importante ferramenta para a educação cultural dos jovens e adultos da região. Segundo ele, a pouca visitação é universal.

“Admiro o trabalho do artista George Macário, pelo interesse em fazer por conta própria um espaço de formação cultural e ampliação do interesse de crianças e adultos pela arte. Quanto mais se trabalha, mais se aprende e essa coisa vai ser assim até o fim da vida dele”, revela.

MAIS INFORMAÇÕES

Galeria George Macário de Arte Contemporânea
Rua Carolino Sucupira, 200
Bairro Pimenta, Crato-CE
Telefone: (88) 3521.1807
















Nenhum comentário:

Postar um comentário