sexta-feira, 29 de junho de 2012

Número de evangélicos aumenta 61% em 10 anos, aponta IBGE


O número de evangélicos no Brasil aumentou 61,45% em 10 anos, segundo dados do Censo Demográfico divulgado nesta sexta-feira (29) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em 2000, cerca de 26,2 milhões se disseram evangélicos, ou 15,4% da população. Em 2010, eles passaram a ser 42,3 milhões, ou 22,2% dos brasileiros. Em 1991, o percentual de evangélicos era de 9% e, em 1980, de 6,6%.
Mesmo com o crescimento de evangélicos, o país ainda segue com maioria católica. Segundo o IBGE, o número de católicos foi de 123,3 milhões em 2010, cerca de 64,6% da população. No levantamento feito em 2000, eles eram 124,9 milhões, ou 73,6% dos brasileiros. A queda foi de 1,3%.
Número de brasileiros em cada religião/Censo 2010
ReligiãoPopulação
Católica apostólica romana123.280.172
Evangélicas42.275.440
Espírita3.848.876
Umbanda, candomblé e religiões afrobrasileiras588.797
Outras religiões5.185.065
Sem religião15.335.510
Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE)
A queda do percentual de católicos é histórica, de acordo com o instituto. Até 1970, em quase 100 anos, a queda foi de 7,9 pontos percentuais: o número de católicos em 1872 (ano do primeiro Censo) representava 99,7% da população e passou a 91,8% em 1970.
O Nordeste ainda mantém o maior percentual de católicos, com 72,2% em 2010. Apesar de ser a região do país com maior concentração do grupo religioso, a população nordestina católica sofreu queda. Em 2000, o percentual era de 79,9%. No Sul, o IBGE também identificou redução do percentual de católicos, saindo de 77,4% para 70,1% nos censos de 2000 e de 2010, respectivamente.
A maior redução foi registrada pelo instituto no Norte, passando de 71,3% da população em 2000 para 60,6% em 2010.
Brasileiros, por sexo, em cada religião/Censo 2010
ReligiãoHomensMulheres
Católica apostólica romana61.180.31629.187.444
Evangélicas18.782.8318.302.596
Espírita1.581.7011.075.651
Umbanda, candomblé e religiões afrobrasileiras269.488125.395
Outras religiões2.364.6961.122.524
Sem religião9.082.5073.564.001
Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE)
O IBGE registrou que, ao mesmo tempo em que o número de católicos caiu no Norte e no Nordeste, o número de evangélicos cresceu com maior volume nas duas regiões. A representatividade no Norte saiu de 19,8% (2000) para 28,5% (2010). No Nordeste, o aumento de evangélicos foi menor, saindo de 10,3% para 16,4%, se comparados os Censos de 2000 e de 2010, respectivamente.
No estado do Rio de Janeiro, o percentual de católicos é 45,8% da população em 2010, o menor do país, segundo o IBGE. No estado também foi registrada a maior concentração de espíritas com 4%; seguido de São Paulo, com 3,3%; Minas Gerais, com 2,1%; e Espírito Santo, com 1%.
No Piauí, o percentual de católicos foi o maior, com 85,1% da população do estado. A proporção de evangélicos foi maior em Rondônia, com 33,8%. A menor foi registrada no Piauí, com 9,7%.
O IBGE registrou que 15 milhões de pessoas se declararam sem religião no Censo de 2010, o que representa 8% dos brasileiros. Em 2000 eram 12,5 milhões, o equivalente a 7,3% da população.
O Censo 2010 também apontou que 31,5% dos espíritas têm nível superior completo, apenas 1,8% das pessoas não têm instrução e 15% têm ensino fundamental incompleto. Outros 1,4% dos espíritas não são alfabetizados.
Os católicos têm 6,8% das pessoas sem instrução e 39,8% com ensino fundamental incompleto. No grupo dos que se declaram sem religião o percentual de pessoas sem instrução é de 6,7% e outros 39,2% têm ensino fundamental incompleto. Entre os evangélicos o percentual chega a 6,2% (sem instrução) e a 42,3% (com ensino fundamental incompleto).

Um comentário:

  1. Ah,... t á. “Gordura purinha”. Traduzindo: muito bobalhão que curte o “modismo” de dizer que é “evangélico” ou “gospel”. Passa amanhã!...
    Ainda que eu esteja fazendo este comentário no ano de 2012, vamos falar sobre esses “números” que referem-se ao ano de 2010: os “42,3 milhões” de “evangélicos” (ou 22,2% dos brasileiros), na verdade (põe VERDADE nisso!!!) NÃO diz respeito aos cristãos evangélicos. Vamos lá:

    ·         Desses “42,3 milhões” de pessoas, só uns (aproximadamente) 12,6 milhões (30% daquele número) amam a Cristo, ou seja, são os biblicamente cristãos (ainda que com seus defeitos que todos temos e dificuldades da vida, se esforçam em agradar a Deus – amam a Palavra de Deus e alimentam-se constantemente através da Palavra de Deus).

    ·         Nos “demais” (os quase 30 milhões de pessoas), temos os que (A) vão à igreja evangélica porque são “simpatizantes”, “admiram” o que os cristãos fazem. No resumo, adotam o “dizer” que são ou o “se vestir como evangélico”, por “preferência de COMPORTAMENTO SOCIAL “ (na verdade, NÃO se esforçam para agradar a Deus – Escola Bíblica Dominical, por exemplo, fingem que não tem tempo – o que eles querem é o que Deus tem a oferecer para eles – traduzindo, são também “interesseiros”); e temos também (B) os que estão mesmo é de bagunça na casa de Deus. São os que sempre criam problemas, não entendem regras, são (em número, gênero e grau) os “joios” citados por Jesus (os joios são “trabalhados pelo diabo” para que mantenham-se na casa de Deus, sim, só para atrapalhar o bom andamento da obra – joios são plantados para destruir o trigo, trigo este que são os que amam a Deus).

    ·         Deixo os link, abaixo, que falam MUI CLARAMENTE acerca dessa “GORDURADA”:

    http://www.escolabiblicadominical.net/maisebd/evangelico.html

    http://www.escolabiblicadominical.net/estudos/sensatez.html

    http://www.escolabiblicadominical.net/estudos/diganao.html

    http://www.escolabiblicadominical.net/estudos/quem.html

    http://www.escolabiblicadominical.net/estudos/recado.html

     

    Eduardo Moraes de Mattos – Coordenador do MOVIMENTO Escola Bíblica Diferente - www.escolabiblicadominical.net - SOCIAL, sempre, e INDO ALÉM, sem conversa fiada

    ResponderExcluir