quarta-feira, 6 de junho de 2012

Saiba como participar e se preparar para os concursos do BB e da Caixa



Na coluna de vídeo desta semana, a especialista em concursos Lia Salgado* responde a dúvidas dos internautas sobre inscrição e preparação para concursos na área bancária, em especial os concursos do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal.

Assista ao vídeo ao lado.
Mande dúvidas sobre concursos no espaço para comentários; perguntas selecionadas serão respondidas em coluna quinzenal
"Quero saber qual concurso ocorre com mais frequência, da Caixa ou do Banco do Brasil? E de quanto em quanto tempo eles ocorrem", pergunta o internatura Tiago Nepomuceno.
"Esses concursos são ótimas oportunidades para quem quer atuar na área bancária, porque eles acontecem com frequência, chamam muitos candidatos e o conteúdo cobrado não tem sofrido alterações nos últimos anos. As bancas examinadoras têm se alternado entre Cespe, Fundação Carlos Chagas e a Cesgranrio", afirma Lia.
Segundo a especialista, o Banco do Brasil realiza concursos todos os anos e o número de seleções pode chegar a 3 no mesmo ano. Já a Caixa Econômica Federal tem feito, desde 2008, um concurso a cada dois anos. A última edição foi realizada em abril deste ano, e um novo concurso deverá ser feito somente em 2014. Mas é sempre bom quem está interessado em concorrer a uma vaga já começar a se preparar.

De acordo com Lia, em qualquer concurso as inscrições são feitas no site da instituição organizadora da seleção.
Inscrições
A internauta Sara Cesar tem dúvidas sobre como se inscrever nos concursos. "Gostaria de saber em qual site são feitas as inscrições da Caixa Econômica e do Banco do Brasil."
"Os candidatos podem saber dessa informação no edital e até acompanhando a mídia especializada. Normalmente, o Banco do Brasil e a Caixa deixam uma aba no site direcionando para o site da organizadora para fazer a inscrição", informa a especialista.
Portadores de necessidades especiais
"Gostaria de saber se deficientes concorrem com quem tem a mesma deficiência ou com todos candidatos portadores de necessidades especiais no concurso do Banco do Brasil", pergunta a internauta Dulcicleia Rocha.
Lia explica que o Banco do Brasil e a Caixa reservam 5% das vagas do cadastro de reserva para quem tem deficiência. Depois que é feita a classificação dos aprovados são divulgadas duas listas, a de ampla concorrência e a dos portadores de necessidades especiais.

"A lista de portadores de necessidades especiais é uma lista única, então quem tem uma deficiência auditiva vai concorrer com quem tem deficiência visual ou qualquer outra necessidade especial", ressalta Lia.
Plano de estudoOs internautas Milianny Soares e Douglas querem saber se vale a pena estudar especificamente para Caixa e Banco do Brasil ou se é melhor manter uma preparação mais ampla incluindo outros concursos e focar os estudos na área bancária quando o edital for publicado.
Lia sugere que eles comecem a estudar as matérias básicas para esses concursos, que são português, atualidades, matemática, raciocínio lógico e informática. "Estudar teoria, preparar fichas resumo, que vão servir para uma revisão quando o edital for publicado, fazer exercícios e provas anteriores ajudam a refinar o estudo", diz.
Segundo a especialista, estudando essas disciplinas os internautas conseguem se preparar para outros concursos de nível médio, já que essas matérias são cobradas em outras seleções. "Quando vocês estiverem seguros nessas matérias sugiro que as disciplinas de atendimento e conhecimentos bancários sejam incluídas. Apesar de serem específicas para Caixa e Banco do Brasil, elas são longas e cheias de detalhes e por isso é melhor já adiantá-las."
Caso nenhum edital bancário seja publicado durante esse período de preparação, Lia indica a inclusão das disciplinas de direito constitucional e direito administrativo, que vão aumentar as chances dos candidatos em qualquer concurso de nível médio.

"Lembrando sempre da importância de manter em dia os estudos das matérias dos concursos do Banco do Brasil e da Caixa. É uma boa estratégia que vai deixá-los bem preparados", finaliza a especialista.
*Lia Salgado, colunista do G1, é fiscal de rendas do município do Rio de Janeiro, consultora em concursos públicos e autora do livro “Como vencer a maratona dos concursos públicos

Nenhum comentário:

Postar um comentário