terça-feira, 12 de junho de 2012

Professores da UFC e Unilab decidem entrar em greve


O Sindicato dos Docentes das Universidades Federais do Estado do Ceará (ADUFC-Sindicato) decidiu pelo indicativo de greve, através de plebiscito realizado nesta segunda-feira (11).
A consulta teve a participação de 1268 professores, entre sindicalizados e não sindicalizados, de todos os Campi da Universidade Federal do Ceará e da Unilab. A votação obteve 883 votos a favor e 379 votos contra, com 5 votos brancos e 1 voto nulo.
O resultado do plebiscito será homologado em Assembleia Geral, que acontecerá a partir das 10h, desta terça-feira (12), no Auditório do Centro de Tecnologia, no Pici e nos campi do Cariri e Sobral, a partir de videoconferência.
Indicativo de greve aprovado por assembleia geral

Na última terça-feira (05), uma assembleia geral do sindicato aprovou um indicativo de greve para o dia 12 de junho. Aproximadamente 300 professores de Fortaleza, Juazeiro e Sobral, integrados por sistema de videoconferência, aprovaram a paralisação.
Reivindicações
A Federação de Sindicatos de Professores de Instituições Federais de Ensino Superior (Proifes-Federação) reivindica a equiparação de salários das carreiras docentes - Magistério (MS) e Ensino Básico, Técnico e Tecnológico (EBTT) - com a de Ciência Tecnologia.
Na pauta de reivindicações também está a retirada das mudanças na forma de cálculo dos adicionais de insalubridade da Medida Provisória 568/12, a garantia de progressão por titulaçãode D1 para D3 para os docentes de EBTT, enquanto não for publicado o regulamento previsto na Lei 11.784, além da expansão das Universidades e Institutos Federais, com qualidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário