segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Safra do próximo ano deve render até R$ 365 milhões



A safra do próximo ano deve render até R$ 365 milhões no Ceará. A previsão é anunciada pela Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA), a poucos dias do início da distribuição de grãos no Estado. Mais de 3 milhões de toneladas de sementes devem ser entregues aos agricultores e cerca de 41 mil empregos devem ser criados. A atividade deve beneficiar ao todo cerca de 144 mil trabalhadores.

A região do Cariri, onde costuma chover mais cedo é a primeira a receber as semestres distribuídas pela SDA. Serão quase 2 mil toneladas de grãos para a próxima safra. A distribuição deve começar no início de dezembro e beneficiar mais de 29 mil agricultores.

Entre as sementes distribuídas estão feijão, milho, arroz, sorgo, algodão, mamona, gergelim, girassol, amendoim, mandioca, mudas de cajueiro anão precoce e raquetes de palma forrageira.

Incentivo ao biodiesel

Em parceria com a Petrobras para desenvolver o programa de biodiesel a SDA incentiva a cultura da mamona, girassol e algodão por serem fontes oleaginosas. O orientador de Bioenergia e Cultura Agroindustrial, Roberto Virgínio explica como funciona o trablho de incentivo aos agricultores. "Por cada hectare plantado o agricultor recebe a quantia de R$ 200 e uma família pode plantar no máximo em três hectares", esclare.

Roberto ainda ressalta que o pagamento é feito em duas parcelas, uma quando a semente é plantada e a outra após a colheita.

Chuvas e regiões

No Cariri a chuva começa a ser registrada no fim de dezembro. Já nas outras regiões do Ceará as precipitações têm início em janeiro. O período chuvoso, oficialmente, é compreendido entre fevereiro e maio.

Entre as principais culturas do Estado estão o milho, o feijão e o arroz. Neste período o homem do campo está preparando o solo para a próxima safra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário