segunda-feira, 16 de julho de 2012

Expocrato encerra com R$ 100 milhões em negócios

Ao todo, durante os dias de exposição, 400 mil pessoas foram atraídas para o Município do Crato, no Cariri
Crato A maior feira Centro-Nordestina de Animais e Produtos Derivados (Expocrato), neste Município, fecha o período de negociação com um balanço além das expectativas. Foram cerca de R$ 100 milhões em negócios este ano. O evento, que atraiu um público de pelo menos 400 mil pessoas, foi encerrado ontem no Parque de Exposições Pedro Felício Cavalcante. Este ano, a festa fez homenagem aos 100 anos do cantor e compositor Luiz Gonzaga, que em sua música destacou a sua forte ligação com o Crato e o Cariri.

Mesmo com um ano de seca, segundo avaliação do grupo gestor, o balanço foi bem além do inicial, que era de R$ 40 milhões em negócios. De acordo com o presidente do grupo gestor da Expocrato, Francisco Leitão Moura, somente o Banco do Nordeste (BNB), chegou a fechar mais de R$ 70 milhões em financiamentos.

A expectativa em negócios neste ano na exposição esteve acima da prevista, principalmente em financiamentos de animais fotos: elizângela santos

Foram mais de 500 expositores de animais participantes do evento, com 3.371 animais. Conforme o presidente do grupo gestor, este ano foi registrado um maior número de animais de genética em relação a 2011 nos julgamentos. As negociais em relação aos animais de corte tiveram uma redução de 30% em relação ao ano passado, por conta da estiagem.

Economia
A festa tem uma importância econômica para o Município, com um retorno favorável ao comércio, quase similar a uma das melhores datas do ano, que é o Natal. Segundo o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Francisco Parente, o aumento nas vendas esteve em torno de 20%, mas por ter iniciado praticamente no começo do mês, já poderá ser registrada uma baixa nas vendas para os próximos dias. Para os próximos anos, a proposta é que a Expocrato inicie pelo menos no começo da segunda quinzena do mês de julho, prolongando mais o período de movimentação do comércio do Crato.

A Expocrato fez 61 anos de realização, contando além das negociações com animais e produtos derivados, diversos estandes institucionais, com atuações nas experimentações agrícolas e da pecuária estadual e regional. Diversas experiências nesses setores foram apresentadas para o público em geral. Um dos grandes atrativos para o público que participa é a parte cultural e os shows musicais com artistas regionais e nacionais.

A cada dia, segundo Francisco Leitão, cerca de 50 mil pessoas passaram pelo local. Mesmo com a abertura realizada no último domingo, a Expocrato já contava com um grande público no sábado, com os shows de pré-abertura.

Participantes
Pecuaristas de vários estados do Brasil participaram este ano da festa, contando também com a exposição de cães de raça de vários países, o que se tornou uma atração à parte das regiões Centro-Oeste, Norte, Nordeste e Sul do País. Este ano teve a participação de mais de 500 animais e cerca 200 expositores. Ao todo, foram oito dias de realização de negócios e shows culturais.

Reclamação
E mais um ano, o público reclama dos produtos comercializados no espaço interno do parque. De acordo com o teatrólogo Francioli Luciano, é importante que haja maior rigor na fiscalização, para que não existam preços tão extorsivos para as pessoas que frequentam a exposição. "Isso acaba afastando os turistas que vêm para a nossa cidade", diz ele. Segundo o presidente do grupo gestor, houve um aumento de 10% em relação ao ano passado, e isso não justifica preços altos em relação aos produtos. "Isso, estão argumentando no sentido de especular e explorar o visitante na parte de comida e de bebida", afirma.

Durante o evento foram realizados leilões de bovinos, ovinos e caprinos, exposições de pôneis e seis pan-americanas de cães, além de concurso de animais leiteiros. Participaram juízes da Colômbia, República Dominicana, Bolívia, Chile, Argentina e Alemanha. Além de exposições de caprinos e ovino, houve ranqueadas de bovinos de várias raças e quatro leilões ao todo.

Conforme o criador da região, Antenor Muniz Gomes de Matos, que chegou a adquirir animais, a exposição do Crato promove um grande benéfico para os criadores, que têm a oportunidade de renovarem os seus rebanhos com uma genética de qualidade. Segundo ele, o balanço é extremamente positivo, mesmo para um ano considerado de estiagem em toda a região Nordeste do Brasil, mostrando a superioridade de um evento forte para o setor. Para ele, é uma oportunidade de poder renovar geneticamente os rebanhos. Também como forma de possibilitar o fortalecimento dos pecuaristas e agricultores, houve liberação de crédito para os que sofrem com os efeitos da estiagem. Dezenas de projetos foram beneficiadas.

Mais informações:

Expocrato, Praça Filemon Teles S/N, Pimenta - Crato
Telefone: (88) 3523.3561
Demutran, Av. Perimetral
D.Francisco,220, (88) 3523.5232

ELIZÂNGELA SANTOSREPÓRTER

Nenhum comentário:

Postar um comentário