segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Projeto de alteração do PCCR dos professores de Juazeiro é retirado

Câmara
Mesmo com a solicitação de uma sessão extraordinária, pelo líder do prefeito Adauto Araújo (PSC), na tarde desta quinta-feira (25), na Câmara Municipal de Juazeiro do Norte, o projeto de alteração no Plano de Cargos, Carreira e Remuneração –PCCR dos Professores , enviado pelo Prefeito Manoel Santana, foi retirado de votação, pelo fato do presidente da Comissão de Constituição e Justiça, vereador Gledson Bezerra (PTB) se negar a assiná-lo. O presidente José de Amélia, que orientava os colegas a se absterem, terminou por retirar os outros quatro projetos também de pauta.
Santana e os professores
O encontro do prefeito Manoel Santana, na tarde de hoje, no Cerest, com uns 200 professores durou pouco mais de uma hora, tempo suficiente para o Prefeito fazer uma explanação, em 20 minutos e ouvir o questionamento de seis professores. Enquanto, a reunião acontecia, entrava na pauta, a nova proposta para o Plano de Cargos e Carreiras do Magistério Local, sem nenhuma discussão com os professores. Essa notícia recebida pela professora, que é esposa do vereador Roberto Sampaio, gerou tumulto no Cerest.
Santana, que reconheceu alguns erros na Educação, argumentou que do jeito que o PCCR foi implantado ia quebrar o orçamento específico. O reajuste de 7,86% colocado em folha no mês de abril (com efeitos financeiros retroativos a janeiro) para os professores: aconteceu baseada apenas em notícia, dada pelo MEC (Ministério da Educação e Cultura), ao final do ano de 2009. “Portanto, não foi editado nenhum ato legal autorizando este reajuste, e que ele se aplica apenas aos profissionais de nível médio.” A reunião terminou sem avanço. Um novo encontro deve acontecer, na segunda-feira, em horário a ser definido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário