sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Na TV, Dilma anuncia Pronatec e lança o slogan de seu governo


A presidente Dilma Rousseff anunciou na noite desta quinta-feira (10), em seu primeiro pronunciamento em cadeia de rádio e televisão, o lançamento do Pronatec (Programa Nacional de Acesso à Escola Técnica). No final do pronunciamento, a nova marca do governo, parecida com o logotipo "Brasil" usado no governo Lula veio acompanhada do que poderá ser o slogan do governo Dilma: "Brasil, país rico é país sem pobreza"




A ideia é levar o mesmo conceito do ProUni (Programa Universidade para Todos) aos cursos profissionalizantes, oferecendo bolsas de estudo e aumentando a oferta de centros científicos à população de baixa renda.

De acordo com Dilma, o programa deve ser oficialmente lançado ainda neste primeiro trimestre. A presidente, no entanto, não chegou a detalhar como será o seu funcionamento, mas aproveitou para dizer que está trabalhando na implementação do Plano Nacional de Banda Larga, que levará internet às escolas públicas.

A presidente também destacou que o governo está tomando medidas para corrigir e evitar falhas no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e no Sisu (Sistema de Seleção Unificada), que causaram dores de cabeça para estudantes e para o próprio governo nos últimos meses.

"É fundamental aperfeiçoar a credibilidade desses instrumentos que são muito importantes na avalição do aluno e da escola e, portanto, da melhoria da qualidade do ensino".

Dilma não escolheu aleatoriamente o tema da educação para inaugurar seu pronunciamento à nação. Desde a campanha à presidência, Dilma insistiu no tema, prometendo aumentar o número de creches e de escolas técnicas. A presidente voltou a reafirmar esse compromisso citando que o Brasil tem as condições e "uma imensa necessidade de dar um salto na qualidade do ensino".

"Nenhuma área pode unir melhor a sociedade que a educação. Nenhuma ferramenta é mais decisiva do que ela para superar a pobreza e a miséria. Nenhum espaço pode realizar melhor o presente e projetar com mais esperança o futuro do que uma sala de aula bem equipada. É hora de investir ainda mais na formação e na remuneração de professores, de ampliar o número de creches e pré-escolas no país, de criar condições de estudo e permanência na escola para superar a evasão e a repetência e, muito especialmente, acabar com essa trágica ilusão de ver aluno passar de ano sem aprender quase nada".



Novo slogan

A presidente também reafirmou outro compromisso assumido durante a campanha e citado no discurso da vitória e na mensagem presidencial encaminhada ao Congresso Nacional na semana passada. Neste trecho do pronunciamento, Dilma aproveitou para anunciar o que chamou de lema de seu governo: o slogan "Brasil - País rico é país sem pobreza", que acompanhará a nova logomarca do governo federal.

A marca foi desenvolvida pelos publicitários João Santana e Marcelo Kertész, que doaram a logomarca ao governo.

"Este será o lema de arrancada de meu governo. Ele está aí para alertar, permanentemente, a nós do governo e a todos da sociedade, que só realizaremos o destino de grandeza do Brasil quando acabarmos com a miséria".

Ainda utilizando o discurso da educação e uma trilha sonora que apelou para o lado sentimental, a presidente conclamou a sociedade, empresários e políticos a ajudar o governo a cumprir as metas de ensino estipuladas durante a campanha.

"Que a única fome neste país seja a fome do saber, a fome de grandeza, a fome de solidariedade e de igualdade. E que todos os brasileiros possam fazer da educação a grande ferramenta de construção de seus sonhos".

Leia aqui a íntegra do pronunciamento da presidenta Dilma Rousseff.


Fonte: R7


Nenhum comentário:

Postar um comentário