segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

PROJETO DOS TUCANOS Trabalho de reestruturação no CE

Novos dirigentes com motivação de reordenar a estrutura da agremiação e preparar candidatos para o próximo ano
Com o papel de reestruturar o PSDB de Fortaleza, o empresário Pedro Fiúza, que disputou o cargo de vice-governador do Ceará, assumiu, recentemente, a presidência da comissão provisória da agremiação na Capital. A legenda tucana é uma das quais ainda está sem estrutura para a disputa eleitoral do próximo ano, como mostrou o Diário do Nordeste na edição do último dia 23 de janeiro.

Clique para Ampliar

Pedro Fiúza explica que após a reestruturação do PSDB, que até há pouco estava, inclusive, sem comissão provisória organizada em Fortaleza, serão debatidos dentro da legenda projetos relacionados à melhoria da Capital cearense.

O empresário lembra que grande parte da população apresenta, constantemente, reclamações sobre Fortaleza, tema que deverá ser debatido durante o processo de reorganização da legenda, "porque nós sabemos como as pessoas estão insatisfeitas com a nossa cidade", declarou o tucano.

Com esses projetos que o PSDB pretende elaborar eles vão começar a trabalhar um candidato para disputar a Prefeitura de Fortaleza, no próximo ano. O empresário ainda não adiantou nomes que poderão disputar o cargo, pois segundo ele, antes disso, o partido vai definir outras vertentes.

O primeiro passo do tucano, antes de qualquer decisão sobre candidatos e projetos, será buscar novos filiados na Capital. "Nossa prioridade é reestruturar o partido e abrir portas para pessoas que queiram contribuir com o nosso trabalho", disse.

Estadual
Junto a Pedro Fiúza, o ex-deputado estadual Marcos Cals (PSDB), que disputou o Governo do Estado, nas eleições do ano passado, também vai se dedicar, a partir de agora, ao trabalho de reestruturação do PSDB.

No entanto, o ex-parlamentar, que exerceu seis mandatos na Assembleia Legislativa, sendo, inclusive, presidente da Casa, terá a responsabilidade de reorganizar a legenda em todo o Estado, já que, este mês, ele vai assumir a presidência da Executiva estadual da agremiação.

A ideia de Marcos Cals, que também não adianta nomes para as eleições municipais de 2012, é fazer com que o PSDB intensifique sua postura de oposição. Para isso, o tucano espera da nova bancada na Assembleia empenho para contestar as ideias em que a agremiação discordar do governador Cid Gomes (PSB). O nome de Cals vem sendo cogitado para disputar uma Prefeitura no Interior.

Convenções
As convenções da legenda já estão, inclusive, confirmadas e serão iniciadas em março, com as convenções municipais. Em abril, o partido faz o encontro Estadual e em maio o Nacional.

Além da reorganização dos demais diretórios da agremiação em outras cidades, o objetivo das convenções é formar os novos diretórios e regularizar os candidatos de 2012. A sigla pretende disputar pelo menos 60 prefeituras no Ceará.

Nenhum comentário:

Postar um comentário