terça-feira, 29 de março de 2011

ITAPAJÉ Fechada BR-222 por 1 hora para vistoria

No último domingo, moradores de Umirim fecharam outro trecho da rodovia protestando por eleições no município
Sobral Uma equipe do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit) esteve, na tarde de ontem, vistoriando uma ponte que fica no Km 108, da BR-222, mas precisamente sobre o Riacho Pedra D´água, no município de Itapajé, que se encontra com sua estrutura danificada há dias.

A presença dos engenheiros e técnicos obrigou o fechamento do tráfego de veículos por mais de uma hora enquanto se fazia um estudo de como será feito para recuperar a ponte que tem 16, 5 metros de cumprimento e foi construída na de década de 1930. "Estamos fazendo um levantamento de como iremos elaborar o projeto, que não estava no projeto de licitação para recuperação da rodovia", disse José Flávio Paulo de Lima, chefe de engenharia do Dnit.

O projeto que será apresentado hoje, na sede da Superintendência do órgão em Fortaleza, incluirá além da reconstrução de outra ponte a sua duplicação. "Vamos tentar conseguir através do Exército em Natal (RN), uma ponte metálica para que seja colocada sob a já existente para evitar a suspensão tráfego de veículos", assegurou Lima, acrescentando que, "como não é uma obra emergencial, vamos procurar a sede do órgão em Brasília para conseguir recursos".

O tráfego sobre a ponte neste trecho da rodovia federal ficou comprometida desde o dia 19 de fevereiro quando uma forte chuva caiu na região, danificando a estrutura da ponte.

Clique para Ampliar

Umirim
A BR-222, em Umirim, 90 quilômetros de Fortaleza, foi bloqueada, na noite do último domingo,27, por manifestantes. Eles atearam fogo em pneus e impediram a passagem de veículos para protestar contra a eleição indireta do novo prefeito do município.

O prefeito anterior, José Afrânio Pinheiro, foi cassado no ano passado, assim como o vice, Clodoveu Oliveira, e também o presidente da Câmara, Hamilton Pinheiro Rocha. Todos são acusados de compra de voto e abuso de poder.

Para exigir novas eleições, os moradores pararam a rodovia e todo o trecho ficou congestionado. A Polícia Rodoviária Federal controlou o tráfego.

WILSON GOMESCOLABORADOR

Nenhum comentário:

Postar um comentário