terça-feira, 1 de março de 2011

PLUVIOMETRIA NO CEARÁ Defesa Civil em alerta com chuvas na Zona Norte


Nos três últimos dias, Municípios da Zona Norte e Inhamuns voltaram a registrar intensas precipitações
Clique para Ampliar
Sobral/ Canindé. As chuvas se concentraram na Zona Norte do Estado nos últimos dias, acendendo o sinal de alerta da Defesa Civil nos Municípios, onde as precipitações diárias estão acima da média. Em Sobral, a Defesa Civil local, recebeu chamadas de diversos moradores dos distritos de Aracatiaçu e Taperuaba, preocupados com as cheias de seus mananciais.

No distrito de Aracatiaçu, a 60Km da sede, o nível de águas do Riacho Estanislau, que corta a localidade, aumentou trazendo preocupação para centenas de moradores que moram nas regiões baixas da cidade. Como precaução, a coordenação da Defesa Civil enviou à localidade, ainda na noite de domingo, uma equipe de quatro pessoas.

Segundo o secretário da Cidadania e Segurança e coordenador da Defesa Civil, Jorge Trindade, uma equipe está equipada com um caminhão para mudanças, colchonetes e mantimentos. "Vamos manter esta equipe na região até que não haja mais motivos de preocupação", disse Jorge Trindade, acrescentando que moradores de Taperuaba também estão apreensivos com a situação das chuvas. "O Açude Sonrizal está cheio e os moradores da Vila Pirata estão temerosos com o nível da água. Mas não há perigo de arrombamento", disse.

Rios cheios
Até a manhã de ontem, o boletim pluviométrico da Funceme havia registrado volume de chuvas acima de 100 mm em vários Municípios do Litoral Norte. Entre eles: Senador Sá (103mm) e Marco (100mm). Em Coreaú, na região da Ibiapaba, o registro da chuva de domingo, na zona rural de Sítio Urubu, foi de 125mm. 

"Os rios estão cheios. Ainda não há notícias de pessoas desabrigadas ou desalojadas, mas se continuar chovendo intenso pode trazer transtorno para muitos moradores, principalmente, as famílias que moram a margem do rio Coreaú", disse o membro do Conselho Tutelar, Francisco Elias.

O comandante do Corpo de Bombeiros de Sobral, e que também coordena a Defesa Civil do Estado na região, capitão Roberto Moraes, adiantou que cerca de 40 homens da corporação estão de sobreaviso para qualquer eventualidade. "Vamos dividir as nossas tarefas entre atendimento ao período de Carnaval e a eventualidade por conta das cheias que podem surgir. Já recebemos chamadas de moradores de Granja, onde o nível do Rio Coreaú já traz preocupação", disse Roberto Moraes.
Clique para Ampliar

Em 2009, o Município de Granja viveu um dos momentos mais difíceis, por conta das chuvas e da cheia do Rio Coreaú. Milhares de pessoas ficaram desalojadas e desabrigadas. Comunidades que vivem em áreas rurais ficaram por muito ilhadas. Este ano, somente no mês de fevereiro, o acúmulo das chuvas ultrapassaram os 1.000mm. Este já choveu 1.405mm. No ano passado, as chuvas foram de 162mm no mesmo período.

Por conta do volume das chuvas, mais três açudes sangraram, dois deles pertencem à região. O Tucunduba, em Senador Sá, e o São Vicente, em Santana do Acaraú. O terceiro fica na Bacia do Salgado, em Granjeiro. Com isso, são cinco açudes na região Norte que estão sangrando. Antes já haviam atingido a sua cota máxima o São Pedro Timbaúba, em Miraíma; o Acaraú Mirim, em Massapê; e o Quandú, em Itapipoca. No Estado, são dez reservatórios que estão sangrando.

Clima de apreensão
Também voltou a chover com intensidade em Canindé, ontem de manhã. A chuva começou por volta das 8h30 e só veio cessar por volta das 11 horas. As secretarias municipais estão em alerta. O Rio Canindé desceu com água, mas não gerou transtornos aos moradores de áreas ribeirinhas, como aconteceu no último dia 25 de janeiro, quando choveu 147mm, gerando prejuízos aos moradores.

As chuvas de ontem escoaram rapidamente porque muitos bueiros estavam desobstruídos. Mesmo assim, em algumas ruas, carroças, pedestres e motociclistas tiveram dificuldade para trafegarem na hora da chuva. O clima na região é de muita euforia e, ao mesmo tempo, de apreensão, porque se tiver fortes chuvas em março, mais transtornos ocorrerão.

Tábua de Chuvas
Coreaú 125.0
Icó 107.8
Senador Sá 103.0
Marco 100.0
Barbalha 98.5
Quixeramobim 95.5
Orós 95.0
Camocim 92.0
Granja 90.0
Independência 83.0

Fonte: Funceme

MAIS INFORMAÇÕES 
Coordenadoria Estadual da Defesa Civil, Rua Oto de Alencar 215, Jacarecanga, (85) 3101.4619 3101.4571
E-mail: defesa.civil@sas.ce.gov.br

WILSON GOMES
ANTÔNIO CARLOS ALVES
COLABORADORES

SAFRA MAIOR

Agricultores estão otimistas no plantio

Crateús. Inverno bom, equilibrado e boa produção. Esta é a análise dos agricultores deste Município, nestes dois primeiros meses do ano. Otimista, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Crateús, Antônio Ximenes, atribui a avaliação positiva às sucessivas chuvas caídas na região, à distribuição das sementes na época certa e qualidades das referidas sementes.

"A nossa expectativa é de uma boa safra, tanto pelas sementes selecionadas que chegaram na hora certa, como pelo bom inverno que estamos tendo até agora", declara Ximenes. Destaca também a situação de pasto para os animais. "Alimentação para os animais já está completamente resolvida com as chuvas que já caíram".

A satisfação é evidente por parte da maioria dos agricultores. Não é para menos. Afinal, nestes dois meses já choveu quase 400mm na sede do Município, cinco vezes mais do que no mesmo período do ano passado. E a zona rural, em praticamente todas as regiões, o ritmo de chuvas é o mesmo.

Para Raimundo Araújo Almeida, agricultor que reside no distrito de Realejo, um dos maiores do Município, a safra deste ano será excelente. "Plantei já em janeiro assim que recebi as sementes e meu milho já está bem crescido, daqui a quinze dias já estarei colhendo", diz. Ele plantou em 15 hectares. "Este inverno é um dos melhores dos últimos anos. Também plantei feijão", afirma, animado.

SILVÂNIA CLAUDINO

Nenhum comentário:

Postar um comentário