sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

AUMENTO DE 24% Cartões corporativos somam gastos de R$ 80 mi


São Paulo. Os gastos do governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva com cartões corporativos no último ano chegaram a R$ 80 milhões, segundo dados do Portal da Transparência da Controladoria-Geral da União (CGU). Em 2009, esse montante fechou em R$ 64,5 milhões, apontando salto de 24% nas despesas com cartões. O valor correspondente a 2010 ainda poderá ser ampliado com algumas despesas não lançadas, referentes à última quinzena do ano.


O principal desembolso do governo com cartões ocorreu no Ministério do Planejamento, por conta do Instituto Brasileiro de geografia e Estatística (IBGE). O instituto gastou cerca de R$ 19,1 milhões para realizar o Censo-2010.

Em 2008, as despesas, supostamente abusivas com cartões corporativos, geraram uma CPI no Congresso. A então ministra Matilde Ribeiro (Igualdade Racial) caiu por usar o cartão num free shop.

Esclarecimentos
O líder do PSDB no Senado, Álvaro Dias (PR), encaminhará requerimentos aos 37 ministros e à Presidência da República pedindo esclarecimentos sobre os gastos com cartões corporativos. Segundo o tucano, os documentos estão prontos, mas dependem do reinício das atividades legislativas em 2011 para serem protocolados.

As despesas com os cartões corporativos do governo foram alvo de uma comissão parlamentar mista de inquérito (CPMI), que funcionou em 2008. A investigação revelou que em alguns casos o instrumento foi usado também para custear despesas pessoais dos ministros durante períodos de férias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário