terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Eleição do Sindicato dos Comerciários movimentou ontem a cidade de Juazeiro do Norte

O Sindicato dos Empregados no Comércio de Juazeiro do Norte já possui nova Diretoria Executiva. A eleição para seu novo mandato de 2011 a 2015 ocorreu ontem, dia 17 de Janeiro, e movimentou toda a cidade de Juazeiro.
A Chapa 01: Construindo Ainda Mais, saiu vitoriosa da disputa. Com503 votos, reelegeu a atual presidente do sindicato, Antônia Gomes (Toinha). A Chapa 02: União e Transparência, composta por parte da antiga diretoria que havia rompido com a gestão e encabeçada por Antônio Pereira, o Toinzim, teve 449 votos. Já a Chapa 03: Oposição de Verdade, que tinha como candidata a Presidente Fátima Torres, conseguiu 213 votos.

Com cerca de 75% de comparecimento às urnas, a apuração terminou por volta das 23h e ocorreu na sede do Sindicato dos Comerciários, localizada na Rua do Cruzeiro, no Bairro de São Miguel. Devido a problemas técnicos, o processo eleitoral começou com ligeiro atraso, motivando dilatação do horário de fechamento de algumas sessões para compensar o tempo de votação necessário aos comerciários.

Segundo o Dr. Mário Dedit, advogado da Chapa 03, duas urnas apresentaram problemas significativos e provocaram debate por parte da Comissão Eleitoral e dos representantes de chapa. Uma delas foi a do Atacadão, com 86 comerciários aptos a voto, que só foi aberta às 16h após sua intervenção junto aos advogados das outras chapas, Dr. Luiz Carlos e Dr. Bernardo.

A outra foi a Urna nº 06 Itinerante, que teve todos os componentes de mesa substituídos por irregularidades ou abandono. Ainda de acordo com Dr. Mário, o presidente da sessão teve de assumir como mesário porque tanto o mesário nomeado quanto o secretário da urna não compareceram em seus postos e foram para a sede do sindicato fazer boca de urna segundo um dos advogados da chapa 3.

Embora a campanha tenha sido marcada por trocas de acusações envolvendo componentes de chapas e seus apoiadores sindicais e políticos, até o início da contagem de votos o clima entre os concorrentes parecia tranquilo do lado de fora da sede, naturalmente se acirrando aos poucos ao longo da apuração.

Com a vitória da Chapa 01, no entanto, crescem as responsabilidades sobre este terceiro mandato de Toinha à frente do Sindicato dos Comerciários. O rompimento de parte da diretoria passada trouxe um desgaste político que é necessário sanar com ações práticas que visem melhorias político-administrativas e reformas estruturais tanto da sede quanto do clube no Aeroporto.

Qualquer que fosse o vencedor, a tarefa de trabalhar sempre em prol da luta da categoria e em favor da educação, cultura, saúde e lazer de seus sindicalizados é superior a qualquer acordo político, alienação ou continuísmo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário