sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Juazeiro do Norte-CE: Morre o radialista e ex-vereador João Barbosa

Faleceu por volta das 10h30min desta sexta-feira na Clínica Santa Maria o radialista e ex-vereador João Batista de Menezes Barbosa aos 84 anos de idade vítima de um câncer. O velório será a partir das 14 horas na Funerária Anjo da Guarda com sepultamento previsto para este sábado no Cemitério do Socorro. Ele nasceu em Juazeiro do Norte no dia 5 de junho de 1926 sob a proteção do carteiro José Barbosa dos Santos e de dona Francisca Menezes Barbosa.


A prole era de seis filhos, sendo irmãos de João Barbosa o cronista, radialista, odontólogo e escritor Geraldo Menezes Barbosa; o contador Walter Barbosa (falecido); as professoras Terezinha Barbosa, Maria Ivone, Maria da Felicidade e Ana Maria, sendo esta última, mãe do atual prefeito Manoel Santana. Ele sempre considerou sua vida tranqüila ao lado da esposa Irene Rodrigues de Menezes e dos filhos Hilda Célia, Lúcia Helena, José Hugo, Sânia Maria e João Carlos.

João Barbosa era funcionário aposentado dos Correios após 35 anos de serviços prestados quando seguiu a profissão do seu pai, mas não ficou apenas nisso. Foi teatrólogo e radialista tendo começado em serviços de alto falante fazendo propaganda nas casas comerciais. Depois, comprou o CRP (Centro Regional de Publicidade) uma amplificadora de grande prestígio que chegou a concorrer com a Rádio Iracema, primeira emissora de Juazeiro. 

"Eram 17 alto falantes espalhados pela cidade e sempre tivemos uma boa renda", costumava dizer em tom de recordação. João Barbosa sempre ostentou uma participação ativa na vida social de Juazeiro do Norte. Por mais de 30 anos foi Diretor Social do Treze Atlético Juazeirense, onde chegou a ocupar todos os cargos. Além disso, por quatro vezes, Venerável da Loja Maçônica Cavalheiros Spartanos e participou da fundação do Lions Clube de Juazeiro.

Com a inauguração da Rádio Progresso, ele foi convidado a ser diretor comercial e, depois, assumiu a parte artística. João Barbosa era um homem de poucas letras, mas nem parecia. Cursou apenas a quinta série do antigo primário, porém abandonou os estudos e foi trabalhar com o propósito de ajudar na formatura dos seus irmãos. Tinha muito orgulho pela sua família tanto que duas de suas maiores tristezas foram as mortes do seu pai e de um sobrinho: Rats Barbosa, que era filho de Geraldo Barbosa e faleceu jovem vítima de meningite.

Conhecido como um homem brincalhão e extrovertido, João Barbosa se elegeu vereador pela primeira vez em 1976 quando obteve 1.652 votos ou, na época, 5% do eleitorado juazeirense. Em 1982, foi reeleito com 980 votos e se tornou Presidente da Câmara Municipal. Na eleição seguinte, em 1988, obteve 749 votos ficando na primeira suplência do PFL, mas assumindo em diversas oportunidades. Na época, considerou sua votação expressiva em virtude de muitos candidatos de sua família e da radiofonia disputando o cargo.

Foi dele o projeto de criação da Medalha do Mérito Legislativo e a luta pela inclusão no currículo escolar de matérias sobre a história de Juazeiro e do Padre Cícero, bem como a campanha e o projeto pela mudança do nome da cidade para Juazeiro do Padre Cícero. "Nunca criei áreas de atrito com quem quer que seja e jamais fui rejeitado. Em minha vida só procurei fazer amizades tanto no meio da radiofonia quanto na política", dizia João Barbosa que foi ainda presidente da Liga Desportiva Juazeirense (LDJ), da Fundação Memorial Padre Cícero e diretor da Rádio Vale FM. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário