sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Ciro ocupa 4º lugar no ranking

Apenas 32 deputados registraram mais de 400 presenças em sessões da Câmara na última legislatura
Brasília O levantamento do site Congresso em Foco, divulgado ontem, revela que o deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE) está em quarto lugar entre os dez parlamentares que mais faltaram às sessões da Câmara no último mandato. Também é de Ciro a primeira posição no ranking dos mais faltosos na bancada cearense.

De acordo com o site, Ciro teve 188 faltas, das quais 147 são justificadas e 41 não justificadas. O ex-governador do Ceará, que não disputou as eleições de 2010, esteve presente em 224 (54,4%) dos 422 dias com sessão deliberativa de que deveria ter participado.

Eleito o deputado federal proporcionalmente mais votado do Brasil com 667.737 votos, Ciro não apresentou nenhum projeto de lei ou proposta de emenda constitucional durante os quatro anos de mandato, segundo o levantamento do site.

Procurado para falar sobre o assunto, o deputado informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que não vai se pronunciar sobre o caso.

Em segundo lugar no ranking dos parlamentares cearenses que mais faltaram às sessões da Câmara, o deputado Eudes Xavier (PT) registrou 115 ausências. No ranking nacional, ele está em 57º lugar.

O parlamentar explica que todas suas faltas foram justificadas com antecedência e autorizadas pelo presidente da Câmara. "Todas as faltas ocorreram quando eu estava em missão representando a Câmara. Como sou muito ligado aos movimentos sociais, participo de vários encontros e, muitas vezes, os eventos acontecem no mesmo ritmo das atividades do Parlamento", informou.

Segundo a pesquisa, só 32 deputados (5%) registraram mais de 400 presenças. O período avaliado vai de 6 de fevereiro de 2007 a 21 de dezembro do ano passado. Entre os dez deputados mais ausentes, Jader Barbalho foi quem acumulou mais faltas sem justificativas.

Em tese, faltar a uma sessão deliberativa implica corte no salário. Na prática, os parlamentares pouco sentem no bolso. Das 1.862 faltas acumuladas por esses dez deputados, 1.713 (92%) foram abonadas pela Câmara, com a apresentação de justificativas. Apenas o deputado Carlos Manato (PDT-ES) compareceu a todos os 422 dias em que a Casa se reuniu para sessões deliberativas (com votações).

Nenhum comentário:

Postar um comentário